Todos Contra o Abuso
Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Deputado estadual Bosco é candidato à reeleição
09/03/2018, às 16:49:46

O deputado estadual Bosco (Avante) disputará a reeleição ao cargo nas Eleições Gerais 2018. Ele fala sobre a decisão de não concorrer como candidato a deputado federal no pleito deste ano e faz um balanço bastante positivo desse segundo mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), mesmo diante da dificuldade financeira e econômica do Estado e país – “acredito que nos tivemos avanços e conquistas importantes tanto para Araxá e região”. 
 
Bosco afirma que em virtude dessa dificuldade as suas ações não aconteceram, não conseguiu alcançar tudo que almejou, porém acrescenta que no transcorrer do seu atual mandato existem importantes projetos e ações referentes ao seu trabalho parlamentar para Araxá e demais cidades que representa. “Em termos de Araxá, garantimos uma participação efetiva do Estado através de recursos da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais) para essa obra de duplicação da av. Hitalo Ros, em parceria com a prefeitura, de R$ 4 milhões. E conseguimos também avançar na questão do projeto da Vila do Artesanato para o Barreiro que agora sim está pronto para ser licitado e acreditamos que as obras iniciam-se ainda este ano”, cita. 
 
Ele também aponta as emendas parlamentares enviadas a várias importantes instituições da cidade, a exemplo da Fada, da Casa do Caminho, Fama e Santa Casa. “E ainda conseguimos com um trabalho através de parcerias com o padre Márcio André e empresários realizar um grande sonho, de décadas, o de ter em Araxá um Centro de Quimioterapia. O que marca muito esse trabalho e contou com a nossa participação como cidadão e deputado estadual na campanha é que mobilizamos toda a cidade e região, culminando com a inauguração no final de 2017. Acredito que agora sim poderemos amenizar a dor e o sofrimento de quem tem que buscar um tratamento fora, em Uberaba e Barretos. Além de várias conquistas para as escolas da rede estadual e algumas da rede municipal”, completa. 
 
Bosco ainda destaca o constante trabalho junto à área de segurança pública do governo do Estado, tendo conseguido contemplar o Pelotão do Corpo de Bombeiros de Araxá com uma viatura Autobomba Tanque Salvamento (ABTS), a designação de 70 policiais para o 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Araxá e, recentemente, obtido o compromisso de que a 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (PC) de Araxá receberá um significativo número de novos investigadores, inclusive para onde já foi enviada uma viatura destinada à perícia técnica. Ele relembra que teve a oportunidade de ser presidente da Comissão de Educação da Assembleia no primeiro mandato e, neste segundo, assumiu por duas vezes consecutivas a presidência da Comissão de Cultura. “Avançamos muito, trabalhamos em 2016 e 2017 para conseguir coroar um passo importante para a cultura de Minas Gerais. Primeiro, a elaboração e aprovação do Plano Estadual de Cultura, pois Minas Gerais era dos poucos Estados da federação que ainda não tinha esse documento para nortear toda a sua riqueza e dimensão cultural, tanto material e imaterial”, afirma. Ele acrescenta que com a implantação do Sistema Estadual de Cultura e respectivo fundo será possível contemplar mais os municípios do interior do Estado. “Agora nesse sistema de financiamento, inovamos ao garantir que os recursos a serem destinados tanto com renúncia fiscal tanto os que serão disponibilizados pelo Fundo Estadual da Cultura possam também propiciar um apoio aos grupos que promovem a cultura nesses municípios mais distantes da capital”, afirma. 
 
Perspectivas para 2018 - “O ano eleitoral é atípico, muitas coisas podem, outras não podem ser feitas, principalmente com relação aos recursos provenientes do Estado, às emendas parlamentares”, avalia o deputado. Ele acrescenta que, por exemplo, não pode destinar recursos para entidades filantrópicas neste ano. “Então, os recursos só poderão ser destinados via prefeituras, mas estamos trabalhando muito com vários projetos em andamento”, completa. De acordo com ele, dos dois grandes projetos previstos para a cidade que “estão nas mãos do governador para serem definidos”, um é a elevação do Pelotão do Corpo de Bombeiros de Araxá à Companhia. “Está praticamente certa essa questão e é um trabalho que estou realizando desde o primeiro mandato, porque com essa elevação vamos ter um aumento significativo do efetivo e mais autonomia, ficando mais independente com relação a Uberaba. Está praticamente sacramentado e estaremos alinhando com o prefeito Aracely (de Paula) a questão dessa mudança, porque nós temos que ter uma participação da prefeitura, como sempre teve em relação ao Corpo de Bombeiros de Araxá”, afirma. Bosco prefere não citar ainda o outro projeto para a cidade. “Por enquanto, até para que não tenhamos outras cidades como concorrentes que tenham o mesmo interesse. É um projeto na área da segurança que vai agregar muito para Araxá”, adianta. 
 
Política - “Eu tenho conversado com muitas pessoas e vários segmentos e existe uma vontade grande de muita gente para que pudéssemos colocar agora o nosso nome como candidato a deputado federal. Mas isso demanda um trabalho muito grande, não só por minha parte, mas envolve muito a questão partidária. Então, mediante o quadro atual, à situação do momento, estamos colocando o nosso nome como pré-candidato a deputado estadual novamente para que possamos consolidar as parcerias que nos custou muito para conquistá-las e trazê-las para apoiar um projeto maior para Araxá, que por si só, não elege deputado estadual e federal”, informa. Bosco ressalta que os candidatos de Araxá precisam contar com votos de outras cidades para ser eleitos. 
 
“Nós precisamos das cidades vizinhas, das lideranças da nossa região e até mesmo das mais distantes, onde estamos buscando esse apoio, porque ficamos vinte anos sem deputado estadual exatamente porque as outras cidades não caminhavam com Araxá. Não acreditavam num projeto de eleição com sucesso em Araxá e, hoje está diferente, nós desbravamos, conquistamos essa parceria que é muito sólida”, diz. Ele acrescenta que a sua reeleição fortaleceria ainda mais essa aliança regional. “Para demonstrar para essas outras cidades que vale a pena caminhar com Araxá, tê-la como referência regional, porque é isso que estamos precisando. Nós só vamos avançar de fato e conquistar tudo aquilo que a gente sonha para Araxá se tivermos integrados, sintonizados primeiro com as lideranças da cidade e, posteriormente, de uma forma importante com as da região”, afirma. 
 
Para ele, foi extremamente importante Araxá poder contar com representante no Congresso Nacional durante os seis mandatos consecutivos de Aracely como deputado federal. “Isso fez a diferença para Araxá e região, essa cadeira que agora está vaga e é preciso resgatá-la. Nós temos potencial e condições com essa união local e regional, de poder além de manter essa cadeira estadual, conquistar esse espaço em nível federal, o que é primordial para o futuro de Araxá”, diz. Segundo ele, Mauro Chaves conta com o seu respeito e admiração em relação a sua pré-candidatura a deputado federal. “Eu fui procurado por ele, no Gabinete, em Belo Horizonte, quando se prontificou a colocar o seu nome numa candidatura que não fosse a mesma que a nossa. É uma liderança política que reúne as condições para poder postular um cargo desse nível. Agora é trabalharmos para que realmente haja uma convergência de Araxá e região para resgatarmos esse espaço também em Brasília, da mesma forma que resgatamos em Belo Horizonte na Assembleia Legislativa”, afirma. 
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia