Todos Contra o Abuso
Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Projeto assegura direito do paciente de ser acompanhado
13/04/2018, às 09:19:46

A Câmara Municipal aprovou o projeto de lei de autoria do vereador Robson Magela (PRB) que dá direito aos pacientes de ser acompanhado por uma pessoa de sua confiança nas consultas médicas e outros procedimentos realizados nas redes pública e particular de saúde do município, durante a reunião ordinária de terça-feira, 10.

De acordo com o projeto, o paciente tem direito ao acompanhante em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades da Estratégia de Saúde da Família (ESF), nos prontos-socorros, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e nas unidades ambulatoriais e hospitalares de Araxá. A restrição a acompanhantes só será justificável nos casos em que sejam submetidos a risco ou que prejudiquem o paciente. O acompanhante deve ter idade superior a 18 anos. Para Robson, é essencial o paciente ter esse direito. “Dependendo do estado de saúde ou emocional do paciente, ele não consegue repassar ao médico todos os sintomas que sente e as demais informações que são necessárias para que o profissional faça um diagnóstico mais preciso”, diz. Ele acrescenta que também existem pacientes que tendem a esconder algum sintoma do médico, sendo essencial a presença do acompanhante nestes casos – “pois ele não omitirá nenhuma informação durante a consulta”. O projeto agora segue para a sanção do prefeito Aracely de Paula.

Fórum Comunitário - Na última reunião ordinária, Robson solicitou a realização de um Fórum Comunitário para debater a demolição da Escola Municipal Francisco Braga situada no bairro Urciano Lemos e a transferência dos alunos para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Francisco Duarte. Ele destacou que prefeitura pretende demolir a sede da escola para ampliar a Feira do Produtor, mas que ainda não fez nenhuma comunicação aos pais dos alunos que não querem a transferência das crianças para o Cras. “É necessária a realização de um Fórum Comunitário na Câmara Municipal para que a Prefeitura de Araxá e os pais dos alunos da Escola Francisco Braga possam debater essa situação que vai afetar mais de 200 crianças do setor Norte da cidade”, disse. Ele solicita que sejam convidados para o Fórum Comunitário o prefeito Aracely de Paula, a secretária municipal de Educação Gessy Glória Lemos, um responsável pela Secretaria de Ação e Promoção Social, a promotora curadora da Infância e Adolescência, Mara Lúcia Silva Dourado, o promotor curador do Patrimônio Público, Marcus Paulo Queiroz Macêdo, e a diretora, professores e pais de alunos. A data do Fórum Comunitário será marcada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Fabiano Santos Cunha (PRB).
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia