Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Menor diz que tinha a intenção de matar a professora
08/05/2018, às 14:37:25

Uma adolescente, de 13 anos, esfaqueou a professora dentro da sala de aula da Escola Municipal Aziz J. Chaer, situada no bairro Orozino Teixeira, por volta das 9h de segunda-feira, 7. Em depoimentos prestados à Polícia Civil (PC) e ao Ministério Público (MP), ela confessou não só a autoria como a intenção de matar a professora. Diante da gravidade dessa conduta e do seu contexto familiar, a menor foi recolhida ao Centro de Reeducação do Adolescente (Cerad) para aguardar a tramitação da ação socioeducativa aberta contra ela por ato infracional análogo à tentativa de homicídio.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e lavrou o Boletim de Ocorrência (BO) na escola. De acordo com a professora, estava dando aula quando a adolescente aproximou-se de sua mesa e desferiu o golpe de faca contra ela. A vítima foi conduzida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi tratada da lesão perfuro/contundente que atingiu a altura do queixo dela. A adolescente relatou que levou a faca de casa já com a intenção de atacar funcionárias da escola. Conforme o BO, a motivação para o ato seria uma possível vingança. O delegado regional de Polícia Civil, Vítor Hugo Heisler, informa que o delegado Vinicius Ramalho instaurou o auto de apreensão da menor em flagrante ao receber a ocorrência da PM. Segundo ele, a professora estava sentada digitando, quando a menor levantou-se e aproximou-se dela, lhe golpeando por trás.



Vitor Hugo explica que a intenção da menor de matar a professora está evidenciada no fato de que procurou ferir o pescoço dela, portanto, uma região vital. Ele acrescenta que o golpe acabou atingindo o osso do queixo da vítima com força, tanto que chegou a entortar a ponta da faca de cozinha usada no crime. O delegado diz que a conduta da menor foi motivada pelos testemunhos da ameaça que fez ao vigia da escola num episódio anterior. De acordo com o BO, as vítimas relatam que a adolescente vem demonstrando comportamento problemático na escola já há algum tempo. A menor foi conduzida para a delegacia acompanhada de sua mãe e pelo Conselho Tutelar.

>> Leia mais na edição impressa do Clarim que circula nesta sexta-feira, 11.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia