Todos Contra o Abuso
Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Camelôs
03/07/2018, às 08:49:25

Ana Paula Machado -
A ação de fiscalização do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA) para a retirada de camelôs do calçadão da rua Olegário Maciel, Centro, repercutiu nas redes sociais mais de forma pejorativa. No entanto, é necessária porque existe uma lei municipal que disciplina essa atividade de venda ambulante e, se não houver esse cuidado, a tendência é a de que a via seja tomada por esse tipo de comércio irregular ainda mais em tempos de crise, a exemplo do que acontece em grandes centros – como a rua 25 de Março (SP) resguardadas as proporções. Existe sim um prejuízo à mobilização dos pedestres e à paisagem urbana. Além disso, principalmente, a comercialização irregular acontece na porta de estabelecimentos regulares que pagam impostos e aluguéis, empregam, movimentando a economia local. A cena sensibiliza sim, mas reflete uma situação de tantos outros “pais de família” que não estão lá ocupando o calçadão apesar do desemprego. A venda ambulante é permitida desde que respeitadas às regras, uma delas é o cadastramento junto ao município.

Contraponto - A divulgação da doação de materiais recolhidos pelos fiscais que não foram reclamados pelos proprietários junto ao IPDSA dentro do prazo legal de 60 dias aconteceu concomitantemente à ação de fiscalização, repercutindo mais negativamente. As estratégias de comunicação também evoluem e é preciso muita atenção em relação a tudo que envolve os valores morais. A conotação no caso foi a de uma propaganda de caridade com o chapéu dos outros, mesmo que logicamente não tenha sido esta a intenção. Outra interpretação mais plausível é a do desejo de informar sobre o bom uso dado ao que é recolhido em decorrência do comércio irregular de mercadorias até para minimizar o impacto dos fiscais na rua. E falando neles, é preciso compreender que estão simplesmente trabalhando e não querendo fazer maldade com ninguém - é admirável a abnegação destes servidores.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia