Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Blocos calculam 20 mil pessoas no Carnaval em Araxá
08/03/2019, às 11:21:51

Uma iniciativa que começou através do pioneirismo de alguns blocos carnavalescos que foram para as ruas no ano passado para não deixarem a festa passar em branco. Este ano, o carnaval de blocos de Araxá já dobrou de tamanho, atraindo a população e turistas durante os quatro dias. A cidade também recebeu mais araxaenses ausentes durante o período, resgatando os encontros familiares. Os organizadores calculam que cerca de 20 mil foliões brincaram nos blocos.  Além dos blocos que já desfilaram em 2018, Filhos de Beja, Subaco do Cristo, Jovem Ganso, Unidos pelo Samba e Tamborarte, este ano também estavam presentes Vai Quem Quer, Bloco do Zé e Maria Fulô. Em 2018, a não realização do tradicional carnaval de rua com a participação das escolas de samba motivou a formação de blocos que também são uma forma de resgate cultural. A participação nos eventos foi totalmente gratuita. “Traga a sua família, o importante é estar no clima, ir fantasiado ou com algum adereço. Vamos todos cantar e dançar as marchinhas da maior festa popular do planeta”, convidou mais uma vez o bloco Filhos de Beja que foi o maior em 2019. O movimento não só atraiu mais gente para Araxá durante o feriado, como também reduziu o número de pessoas que preferiam ir curtir a festa em outros locais. A iniciativa começa a reverter o declínio do turismo na cidade durante o período de Carnaval.


Vai Quem Quer - Um dos participantes da folia araxaense em 2019, o Bloco Vai Quem Quer surgiu a partir da escola de samba Acadêmicos do Santo Antônio (ASA) e o responsável é o seu idealizador, Plínio. “O bloco possibilitou uma festa maravilhosa para o público de toda a região e, principalmente, araxaenses que visitaram familiares durante o período da folia”, avalia. A organização explica que o objetivo foi promover um carnaval voltado para a família araxaense e acessível para todas as idades. “Foi muito bonito os dois dias de cortejo, desde a sua concentração na av. Getúlio Vargas até o estacionamento do Estádio Municipal Fausto Alvim. Foi uma forma de reencantar e afetar os participantes para que tomem o carnaval com as próprias mãos através de suas próprias fantasias”, destaca. “Ficamos muito felizes pela população ter abraçado o carnaval deste ano e as fotos falam por si. No último dia, tivemos cerca de 5,5 mil pessoas presentes na dispersão”, completa. O Vai Quem Quer contou com a colaboração do bloco Unidos pelo Samba através da Nilzinha, Sidinho e Antônio Carlos que preside a Associação Carnavalesca de Araxá (ACA) – “que mesmo com muita chuva estiveram presentes para nos apoiar”. O bloco também agradece ao secretário municipal de Esportes, Edinho Souza, e à prefeitura que disponibilizou os banheiros químicos colocados no estacionamento do estádio.

Polícia Militar - O subcomandante do 37º Batalhão de Polícia Militar de Araxá, major Ademir Fagundes, avalia que no geral o período carnavalesco foi tranquilo, “apenas com ocorrências corriqueiras e muito organizado”, tanto em Araxá quanto nos demais municípios da sua jurisdição. Segundo ele, a Polícia Militar não realiza mais a estimativa de pessoas nas ruas.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia