Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
PC indicia autor de atropelamento de mãe e filha
10/04/2019, às 14:02:29

A Polícia Civil (PC) concluiu o inquérito que apurou o atropelamento de mãe e filha ocorrido no dia 31 de março passado, na av. Pedro Paula Lemos, bairro Cincinato de Ávila. A mulher continua internada para ser submetida a uma cirurgia, já o motorista está preso no presídio de Araxá. O crime gerou comoção na cidade e durante as investigações foi possível obter imagens do sistema de vídeo-monitoramento do momento em que a criança é atropelada e arremessada para o meio da avenida. O motorista foi autuado em flagrante delito e a sua prisão preventiva foi decretada depois de representação da Polícia Civil. O inquérito policial iniciado para apurar os fatos foi concluído e remetido ao Poder Judiciário. A investigação conta com 142 folhas.

Para os policiais ficou confirmado que o motorista dirigia sob efeito de bebida alcóolica, não possuía habilitação e sequer era candidato à CNH. Também ficou provado que as vítimas estavam na calçada no momento do atropelamento e que o veículo seguia em velocidade incompatível com a permitida para a via. Os policiais ainda apuraram que antes de atingir as vítimas o automóvel percorreu mais de 25 metros sobre a calçada. Além do estado de embriaguez do motorista, a suspeita é de que houve uma provável discussão entre ele e a enteada que estava no banco traseiro, o que pode ter desviado a sua atenção fazendo com que subisse com o veículo na calçada e provocasse o atropelamento das vítimas. As duas foram encaminhadas ao Hospital de Clínicas da UFTM, em Uberaba. A criança recebeu alta, embora o seu estado de saúde ainda seja delicado e está sem condições de ser ouvida pela polícia. A mãe continua internada, sem prazo de alta. O motorista foi indiciado por lesão corporal culposa qualificada, uma vez que provocou ferimentos graves enquanto dirigia o veículo embriagado, esta penalidade pode ser agravada pelo de ser inabilitado e das vítimas estarem na calçada, com risco potencial à integridade física e patrimônio de terceiros.

“É importante registrar a excelente atuação do perito Thiago Silva, responsável pelo atendimento da ocorrência. As informações colhidas pelo policial foram imprescindíveis para total elucidação do ocorrido. O laudo elaborado por ele tem 42 páginas e possibilitará ao Ministério Público e ao Poder Judiciário se colocarem na cena do crime, tendo a precisa dimensão da irresponsabilidade do motorista e gravidade de sua conduta”, afirma o delegado de Trânsito, Renato Alcino.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia