Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Estelionatários fazem diversas vítimas Araxá
15/05/2019, às 11:05:04
Uma casa lotérica localizada no Centro foi vítima de uma tentativa de golpe no último dia 14. Os funcionários receberam uma ligação telefônica onde um indivíduo se identificou como secretário de Finanças do fórum local e disse que enviaria alguns cheques juntamente com boletos para que fosse efetuado o pagamento naquela casa lotérica. Após alguns minutos, chegou ao local um mototaxista e entregou um envelope lacrado contendo quatro cheques tendo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) como titular, preenchidos eletronicamente, totalizando um valor de R$ 18.000, contendo inclusive um carimbo do TJMG. Junto com os cheques havia 18 boletos de cerca de R$ 1 mil cada, tendo como favorecido um banco da internet. O proprietário da casa lotérica desconfiou da ação e fez uma consulta ao banco de origem dos cheques e verificou que eles possuíam sinas de falsificação. Ao entrar em contato com o fórum local foi informado que eles não realizam pagamentos dessa forma, confirmando tratar-se de uma tentativa de golpe. Em contato com o mototaxista que transportou o envelope, ele relatou que recebeu a ligação telefônica no telefone fixo do moto taxi e um indivíduo solicitou que apanhasse um envelope no Fórum da Justiça do Trabalho e entregasse na casa lotérica. Quando o mototaxista chegou ao local, havia um homem pardo de estatura mediana, tendo entre 30 e 40 anos, aguardando-o do lado externo com o envelope lacrado. O homem pagou pela corrida e evadiu-se em seguida.

Uma vítima relatou aos policiais que no último dia 13 recebeu uma mensagem de um amigo que é cadastrado em seus contatos pessoais do whatsapp lhe pedindo que efetuasse o pagamento de um boleto, uma vez que não havia conseguido paga-lo pois o sistema se encontrava indisponível em seu aplicativo. Para ajudar seu amigo, a vítima efetuou o pagamento de um boleto no valor de cerca de R$ 1 mil. Posteriormente o amigo novamente solicitou uma TED no valor de R$ 1.620 que também foi efetuada. Somente após ter realizado os pagamentos, a vítima descobriu que o número de celular do amigo havia sido clonado e que autor se passava pelo proprietário do celular e utilizou o aplicativo whatsapp para aplicar o golpe.

A Polícia Militar (PM) foi solicitada por uma vítima de 74 anos, no último dia 12. Ela relatou que no dia anterior seu número de celular havia sido bloqueado automaticamente. A vítima fez contato com a operadora para resolver o problema mas não obteve sucesso. No mesmo dia, por volta das 11h, foi enviada uma mensagem para a irmã da vítima via aplicativo whatsapp, usando seu número de celular que havia sido clonado, pedindo-a para depositar uma quantia em dinheiro em uma conta bancária. A irmã da vítima desconfiou e não realizou o depósito. A vítima então solicitou o registro de ocorrência temendo que o golpista use seu número e aplicativo de whtasapp para tentar aplicar este golpe em outros dos seus contatos.

A PM foi solicitada por uma vítima de 68 anos, no último dia 12, por volta das 2h. Ela relatou que no último dia 9 recebeu uma ligação de um número desconhecido com DDD 11 onde uma pessoa se identificou como funcionária do INSS e lhe ofereceu um cartão com alguns benefícios, solicitando o seu número de whatsapp para lhe enviar a proposta. A suposta funcionária enviou a proposta e solicitou então uma foto de seu RG. Como seu cartão de recebimento do benefício estava prestes a vencer, a vítima não desconfiou de nada e enviou as fotos. Instantes depois, ela desconfiou da ação e decidiu procurar a agência do INSS que informou que não faz esse tipo serviço e não pede fotos de documento por whatsapp, confirmando o golpe.


Apreendido adolescente com drogas no Alvorada
A Polícia Militar (PM) apreendeu um adolescente com drogas no bairro Alvorada no último dia 14, por volta das 21h. Ele estava com 16 pedras de crack e certa quantia em dinheiro.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia