Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Manobras
02/07/2019, às 09:25:45

Ana Paula Machado
É muita coragem dos sete vereadores que defenderam até o final a manutenção dos reajustes concedidos aos salários dos agentes políticos (prefeito, vice e secretários municipais) previstos no projeto de lei do Executivo que acabou aprovado na íntegra pelo plenário da Câmara Municipal, por 13 a 0. Mas para isso houve disparates, como o de que o prefeito Aracely de Paula era obrigado por lei a reajustar o próprio salário; que como o projeto não foi aprovado no mesmo dia enviado à Câmara não tinha mais como refazer a folha de pagamento para conceder a recomposição ainda em junho etc. etc. etc. Esses vereadores se dispuseram a dar a cara para bater, seja ao se esconderem na ausência ou se revelarem na presença em defesa do prefeito. Porém, o povo não pode ser enganado como dantes. O resultado político do comportamento deles está expressado nas redes sociais e vai ser muito difícil revertê-lo até as Eleições 2020.

Merreca - É incompreensível a decisão política do prefeito Aracely de Paula ao defender um reajuste ínfimo para o seu salário, do vice e secretários municipais que já ganham muito bem, assumindo um grandioso desgaste que soma-se aos demais desequilibrando ainda mais a casa. Será que tanto ele como os vereadores da base de sustentação política da administração municipal acreditavam mesmo que sairiam dessa história como super heróis?

Números relativos - O reajuste salarial geral para todos os servidores ativos e inativos da Prefeitura de Araxá na verdade não é de 12%. Já o vale alimentação passa para todos que o recebem de R$ 265 para R$ 300, com a aprovação do projeto de lei do Poder Executivo pela Câmara Municipal esta semana. Como os 12% foram concedidos sobre os vencimentos vigentes em 31/12/2019, os servidores que ganham salário mínimo por exemplo tiveram um reajuste de 4,61% em janeiro passado (de R$ 954 para R$ 998), então agora terão mais 7,39% de recomposição – não é aumento. Os professores também tiveram neste ano o reajuste de 4,17% referente ao Piso Nacional da Educação e agora mais 7,83% com a aprovação do projeto. Já os agentes comunitários de saúde e de endemias tiveram seus salários reajustados em 12,81% neste ano (de R$ 1.108 para R$ 1.250), então não serão contemplados com a atual recomposição.

Acima do mercado - É preciso remunerar bem os agentes políticos para que fiquem menos suscetíveis à ambição atiçada pelas ofertas de propinas e outros crimes praticados para nos usurparem constantemente através de uma viciante “prática política”. No entanto, existe o bom senso e o equilíbrio que não estão em pauta no caso de Araxá que através da ação de sete vereadores orientados pelo prefeito Aracely de Paula conseguiram reajustar também os salários dos agentes políticos: do prefeito de R$ 20 mil para R$ 21.588; vice-prefeito de R$ 15 mil para R$ 16.191 e secretários municipais de R$ 12,5 mil para R$ 13.492.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia