Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Novos horizontes
19/08/2019, às 13:14:34

Ana Paula Machado -
A medida que se aproxima a realização do pleito municipal em 4 de outubro de 2020, percebemos que praxes da antiga política bastante contestadas caem uma a uma a benefício da credibilidade do processo no sentido de assegurar a vontade da maioria da população. Em 2016, o prefeito Aracely de Paula foi reeleito no cargo argumentando que em dois anos não teve tempo hábil para executar o que queria. Realmente, esses anos foram dedicados a uma cara auditoria visando atacar a administração anterior e a planejar a futura. Inclusive, uma empresa foi contratada (Solar Engenharia) para a prefeitura poder gastar até R$ 10 milhões em projetos impensáveis, como no caso do viaduto que a essa altura e com a atual atenção da sociedade e do Ministério Público (MP) não deve mesmo sair do papel. Apesar dos R$ 7,5 milhões gastos em desapropriações pagas de até R$ 600 mil por um imóvel residencial recém-reformado que foi ao chão à-toa e com o dinheiro público. Caber perguntar, qual a vantagem disso para alguém?

Muito barulho - A maioria das obras que a atual administração municipal tem feito no decorrer desta gestão já estava idealizada ou licitada ou em execução ou teve continuidade por determinação legal. A exemplo da Uninordeste, da ponte que une os bairros Urciano Lemos e Cincinato de Ávila, da reformulação da av. Senador Montandon, canil municipal, novo acesso na encosta do Cristo, término do Centro Administrativo, frigorífico municipal, feira do Urciano Lemos etc. Já o viaduto, realmente é iniciativa frustrada do atual governo. Também fazendo aniversário de cinco anos, as promessas de reforma da rodoviária, restauração dos prédios do Museu Dona Beja e da Igreja São Sebastião, das praças da Juventude e Governador Valadares, do Buracanã, recapeamento de toda a cidade, assim por diante.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia