Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Sempre Um Papo com Denise Fraga nesta quinta
23/09/2019, às 10:19:23

O programa Sempre Um Papo e a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) convidam o público de Araxá para conversar com a atriz e cronista Denise Fraga. Ela vai falar sobre o tema “A Educação na Contramão das Redes Sociais” na próxima quinta-feira, 26, às 19h30, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Araxá (Acia). A entrada é gratuita e os assentos por ordem de chegada. Denise alerta que vivemos um tempo em que estamos perdendo para as redes. “A minha geração vive uma mudança de comportamento muito rápida e que a gente não soube lidar. E a educação dos nossos filhos neste sentido foi e tem sido um desafio muito grande. Como podemos lidar com essa velocidade que a tecnologia da informação imprimiu na nossa vida e também com a leviandade dela?”, questiona a escritora. Para ela, “existe uma ferramenta incrível na mão que é a Internet, mas a gente perde, mais uma vez, para a questão do lucro acima de tudo, do que rende”.

“Vejo minha sobrinha, crianças pequenininhas, vendo vídeos no Youtube e, no fim, é para vender alguma coisa”, alerta. Para a atriz e escritora, o desafio hoje é promover o autoconhecimento e ele só se dá a partir do outro, do encontro. “A internet parece unir, mas ela afasta as pessoas dessa decodificação humana. Vivemos um processo de desumanização”, analisa. Segundo ela, é preciso “nadar contra a corrente”. “E isso tem que começar em casa, com a criação dos pequenos. Temos que pensar nisso, pois a partir do momento em que você só se conhece a partir do outro e a internet não te dá este outro pleno, ali, olho no olho, na sua frente, a gente tem o desafio de buscar armas para se entender. Entender o que você quer e a sua escolha dentro dessa Torre de Babel que é a Internet, para você usá-la e não ser usado por ela”.

Para Denise, às vezes, achamos que não precisamos dizer o óbvio. “Mas precisamos sim, dizer o óbvio para os nossos filhos. Temos que falar coisas que achamos que não precisa porque já estão implícitas. Isso é para promover neles a sensação de escolha”, orienta. Ela possui formação teatral e por seis anos atuou como a empregada Olímpia no espetáculo “Trair e coçar, é só começar”. Na TV, estreou na novela “Bambolê” em 1987, mas alcançou sucesso nacional com a personagem Ritinha na novela “Barriga de Aluguel”. No programa Fantástico da Rede Globo, ela fez o quadro Retrato Falado que depois virou livro. É casada com o diretor Luiz Villaça e tem dois filhos. Escreveu o livro “Travessuras de Mãe” que está esgotado.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia