Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Presos por assaltos e receptação
06/11/2019, às 14:23:08
A Polícia Militar (PM) em rápida ação prendeu JSB, de 31 anos, pelo cometimento de dois roubos e WVM, 21, por receptação, por volta das 20h de terça-feira, 5. A PM foi chamada a comparecer no bairro Fertiza, em decorrência de um assalto. No local, a vítima, de 18 anos, relatou que transitava pela rua Joaquim Teodoro da Silva, nas proximidades do Buracanã, quando foi abordada por um homem armado com uma faca que anunciou o assalto e a ameaçou exigindo seu telefone celular. Segundo ela, após o crime o autor evadiu-se em desabalada carreira, quando acionou a PM. Informados sobre as características do autor, os policiais iniciaram os rastreamentos e, com o apoio da equipe do vídeo monitoramento, ele foi visto fugindo a pé pela rua Mário Campos, Centro.

De imediato, os policiais abordaram e identificaram JSB que confessou ter roubado o celular e indicou onde o trocou por drogas. Na residência do autor, situada no bairro Pedro Pezzuti, a equipe policial encontrou a camiseta e a faca usadas no roubo e que foram apreendidas. O autor indicou uma residência situada na rua José Pereira Vale, bairro Novo Santo Antônio, como o local onde trocou o celular por drogas. Então, os policiais abordaram WVM que estava na residência e localizaram o aparelho que teria sido trocado por uma grande pedra de crack, bem maior do que o tamanho convencionalmente comercializado. WVM já respondeu processo judicial por tráfico de drogas.

Durante o registro da ocorrência, a PM levantou que no sábado, 2, ocorreu outro roubo com semelhanças entre o autor e modus operandi, inclusive próximo ao local do último crime. Então, os policiais deslocaram-se até a residência dessa vítima, uma jovem de 14 anos, que acompanhada de sua mãe imediatamente reconheceu JSB como o autor do roubo em que foi vítima, assim como a faca apreendida momentos antes como a arma utilizada por ele no crime. Diante dos fatos, os autores foram presos e conduzidos junto com os materiais apreendidos para a 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Receptação - A Polícia Militar alerta a população que comprar mercadoria sem Nota Fiscal ou sem procedência comprovada, como em feiras ilegais ou com desconhecidos, pode caracterizar crime de receptação se o produto for oriundo de crime, conforme previsto no artigo 180 do Código Penal. “O crime de receptação é resultado de outros crimes como furtos, roubos e estelionatos, o que gera um ciclo de violência e prejuízos sociais.” O Código Penal em seu artigo 180 diz: “Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser proveito de crime, ou influir para que terceiro de boa-fé a adquira, receba ou oculte”. A penalidade é de reclusão de um a quatro anos e multa.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia