Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Bebê no colo é gravemente ferido em acidente na BR 146
08/01/2020, às 13:25:32
O Corpo de Bombeiros (CB) de Araxá foi acionado em decorrência de um acidente registrado por volta das 113h de terça-feira, 7, no KM 136 da BR 146, zona rural do município de Perdizes. Dos sete ocupantes do VW/Gol, preto, placa HHF 1795, que saiu da pista e chocou-se contra uma árvore, um bebê de quatro meses sofreu traumatismo craniano.Os bombeiros foram acionados para atendimento às vítimas de um acidente decorrente do choque entre um carro e uma caminhonete. As guarnições de resgate com o envolvimento de cinco bombeiros deslocaram-se para o local, sendo os primeiros a chegar. Com o acidente, o Gol com sete ocupantes saiu da pista e chocou-se contra uma árvore – dois adultos, um adolescente, três crianças e o bebê. Os bombeiros encontraram as vítimas já fora do carro, conscientes e orientadas, mas o bebê estava no colo de uma testemunha apresentando um edema na cabeça no lado esquerdo, região temporal do crânio. De acordo com o CB, o bebê estava um pouco cianótico, ficava agitado e, em questões de segundo, apresentava sonolência, tendo recebido oxigênio ao ser socorrido. A adolescente foi encontrada deitada no chão em decúbito dorsal e, conforme relatos, foi retirada do carro carregada, queixando-se de dores abdominal e na perna direita, porém sem sinal aparente de fratura, mas com escoriações generalizadas. As vítimas foram imobilizadas conforme protocolo de atendimento pré-hospitalar.



A mulher que estava no banco da frente do veículo com o bebê no colo, disse que usava o cinto de segurança no momento do acidente, mas ele foi jogado contra o para-brisa e ficou desacordado. Ela apresentava uma escoriação no peito e pescoço, provavelmente decorrentes da pressão do cinto de segurança. O motorista e as duas crianças que estavam no banco detrás do veículo estavam bem, apenas pequenas escoriações generalizadas, porém muito assustados. A unidade de resgate transportou seis vítimas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araxá, tendo em vista que pela cinemática do trauma não poderiam esperar apoio de outro órgão, porque o acidente foi em rodovia fora da cidade e havia a necessidade de celeridade no atendimento.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia