Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu
Lar Ebenézer comemora oito anos de atividades
28/09/2012, às 08:54:53

 

   A Associação Lar Ebenézer completa oito anos, no dia três de outubro e está ultimando os preparativos para as comemorações. Criada com o objetivo de acolher e oferecer assistência integral a idosos, a entidade vem ao longo destes anos buscando parceiros para manter a infraestrutura. A entidade está abrigada numa casa alugada que, para atender as recomendações da vigilância sanitária, passou por várias adaptações e hoje conta com muitos cômodos, entre eles: nove quartos, um banheiro para banhos e dois lavabos, uma cozinha, uma área de serviços, um quintal-varanda e uma sala de convivência.

   A idealizadora do Lar Ebenézer e também diretora da entidade, Marisete Aparecida Augusto, lembra que tudo nasceu de “um sonho que eu tinha desde bem jovem, quando aos meus 14 anos eu perdi a minha avó, por quem eu tinha paixão. E o sonho dela naquela época era adquirir uma aposentadoria. Ela morreu e não conseguiu. Isso ficou no meu coração e na minha mente. E me propus que um dia, eu fundaria uma instituição para atender pessoas idosas, de preferência que fossem carentes, que não tivessem quem corresse atrás das coisas pra eles. Então isso foi que me inspirou e me levou a fundar o Lar Ebenézer”, relembra Marisete.

   Marisete alimentou este sonho durante quase 25 anos. Ela é pedagoga e estava trabalhando na área, quando em 2004, perdeu o meu emprego e decidiu se dedicar a realização do sonho. “Foi quando me sentei e fiz o projeto. Eu já cuidava de pessoas na minha casa ou ajudava na casa deles. Com o projeto nas mãos, corri atrás para conseguir abrir a instituição. Isso aconteceu no mês de agosto de 2004, quando promovi um almoço beneficente e arrecadei R$ 600. Com esse dinheiro aluguei uma casa bem simples e comprei algumas coisas que a gente precisava. Ganhamos alguns móveis, entre outras coisas”, explica Marisete.

   A diretora lembra que a entidade funcionou nesta primeira casa durante um ano e meio. “Se contando com ajuda dos outros. Quando completou 12 pessoas não dava mais para ficar lá. A casa tinha três quartos e uma cozinha que a gente improvisou. Fomos denunciados na promotoria e na vigilância sanitária. Levamos o projeto na promotoria, levou estatuto que ainda não era registrado e nessa época assinamos o primeiro Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)”, salienta.

   Hoje a entidade funciona numa casa bem maior e já dispõe de um terreno de 3.800 m², “onde nós pretendemos construir a primeira sede própria do Lar Ebenézer.  O projeto já foi aprovado na prefeitura e estamos buscando recursos para essa construção. Esta é hoje é a nossa prioridade. Espero conseguir realizar o evento do próximo aniversário do Lar Ebenézer, na sede própria. Eu espero que a gente consiga todos os recursos necessários para proporcionar aos idosos uma qualidade de vida melhor”, afirma Marisete.

 

 



Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Comunicação e Tecnologia