Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Trinta propostas compõem o documento final do Fórum Técnico Segurança nas Escolas
13/10/2011, às 10:38:05

   Após três dias de muito trabalho e que deram sequência à realização de seis encontros regionais, foi aprovado o documento final do Fórum Técnico Segurança nas Escolas – Por uma cultura de paz com 30 propostas. Na fase preliminar, quando ocorreram as reuniões no interior de Minas Gerais, Araxá foi uma das seis cidades a receber os deputados mineiros para esse debate.
   A presença da cidade nos grandes eventos da Assembleia Legislativa tem sido possível através do trabalho do deputado Bosco que, apesar de estar no primeiro mandato, é presidente da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia. Além de Araxá na região do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro, também participaram da fase preliminar do fórum técnico: Juiz de Fora, na zona da Mata; Januária, Norte; Varginha, Sul; Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte e Teófilo Otoni, Jequitinhonha e Mucuri.
   Nos encontros, foram aprovadas sugestões de cada uma das regiões mineiras. Depois dos três dias de reunião na Assembleia Legislativa, as trinta propostas foram aprovadas em votação com o objetivo de sugerir medidas de combate à violência no ambiente escolar. O monitoramento por câmeras na área interna e no entorno das instituições; contratação de vigias noturnos e porteiros diurnos; treinamento dos profissionais da educação para lidar com segurança; criação e ampliação de cursos profissionalizantes; fortalecimento do atendimento aos dependentes químicos, dentre outras propostas que estão no documento final.
   Foram cinco meses de debates com o objetivo de conhecer os problemas enfrentados por alunos e profissionais da educação decorrentes da violência dentro e fora da escola, além de discutir propostas de integração e políticas públicas. Bosco afirma que o evento foi marcante para a Assembleia Legislativa. “O fórum registrou um envolvimento amplo e uma participação efetiva de representantes de classes ligadas à educação, a favor de uma cultura de paz dentro e fora das escolas”.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia