Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Golpe do telefone é aplicado em Sacramento
21/10/2011, às 11:44:13

   A Polícia Militar (PM) registrou um golpe por telefone nesta quinta-feira, 20, por volta das 13h, na rua Castro Alves, bairro Chafariz, em Sacramento. A vítima do estelionato por telefone é um homem de 69 anos.
   Ele recebeu uma ligação telefônica de um indivíduo desconhecido que se identificou como sequestrador e disse que havia raptado a sua filha que estava encarcerada. O bandido exigiu um depósito de R$ 5 mil da vítima para liberar a sua filha. Nesse instante da ligação, ele colocou outra pessoa no telefone para falar com o solicitante, era uma voz feminina gritando: "Pai, socorro, me ajuda".
   Emocionado e acreditando ser realmente a sua filha, o solicitante foi até a agência bancária e efetuou o depósito na conta repassada pelo autor por telefone. Em diálogo com o solicitante, o bandido ainda exigiu que ele fizesse duas recargas para os seus celulares, sendo uma de R$ 400 no número (022) 9255-7944 e outra de R$ 100 no número (028) 9256-0166.
   O solicitante desnorteado saiu para fazer as recargas, mas enquanto deslocava-se foi orientado por um indivíduo, cujo nome ele não se recorda, para verificar com cuidado a situação, pois tudo estava parecendo um golpe por telefone. Então, o solicitante acionou os policiais que o orientou a realizar um contato com a sua filha e, quando ela atendeu o telefone e disse que estava tudo bem, ele constatou que realmente havia caído em um golpe.
   A Polícia Militar registrou o boletim de ocorrência e orientou o solicitante que ao receber ligações de pessoas desconhecidas verifique a veracidade do fato, no caso, fazendo contato com a pessoa supostamente sequestrada, além de procurar a PM para esclarecimento e maiores informações.

A PM alerta
   Ao receber ligações telefônicas de pessoas desconhecidas, principalmente a cobrar, verifique com calma a veracidade da conversa, ligue para a pessoa que supostamente está falando ou está sendo mantida como refém, não realize nenhum depósito em dinheiro, nem faça recarga para telefones. Procure imediatamente a Polícia Militar para lhe orientar como proceder e, principalmente, mantenha a calma para não ser mais uma vítima dos golpes por telefone.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia