Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Conferência reúne 550 pessoas para discutir políticas de juventude
31/10/2011, às 10:55:40

 

   O histórico Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá, na Região do Alto Paranaíba, será palco, até domingo (30/10), de debates e proposições voltadas ao público entre 15 e 29 anos. Trata-se da 2ª Conferência Estadual de Políticas Públicas de Juventude, com a finalidade de reunir jovens e gestores envolvidos no tema para discutirem desafios e apresentarem proposições que poderão auxiliar governos municipais, estadual e federal na elaboração e implementação de políticas públicas para o segmento.
   Durante a abertura, promovida nessa sexta-feira (28/10), o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Braulio Braz, ressaltou a importância do encontro, com a participação de diversas representações juvenis das dez regiões do Estado. “Minas e os mineiros estão de parabéns. Esse encontro demonstra o comprometimento de nossos cidadãos com um tema tão recente, mas que já se apresenta de extrema relevância. Fomos o Estado com maior número de conferências realizadas, com mobilização e envolvimento em 217 cidades, que representam 25% do total realizado no país. É hora de sonharmos juntos”, declarou o secretário.
   O encontro juvenil conta com aproximadamente 550 delegados, vindos de todo Estado. A região Central está representada por 43 municípios; Rio Doce, por 26; Norte, 27; Sul de Minas, 24; Zona da Mata, 18; Jequitinhonha e Mucuri, 14; Centro-oeste seis; Alto Paranaíba, três; e Noroeste e Triângulo, por duas cidades cada.
Políticas em Minas
   Na solenidade, o subsecretário da Juventude, Gabriel Azevedo, apresentou às autoridades e delegados presentes o programa Minas + Jovem/Juventude Mineira em Rede, que será desenvolvido por sua pasta. Um deles é o Observatório da Juventude, que, em parceria com a Fundação João Pinheiro, fornecerá dados técnicos para o  planejamento e a implementação da Política Estadual de Juventude em Minas, a partir de diagnósticos sobre a realidade e as necessidades juvenis de cada região mineira. Outro foco de atuação está relacionado a intersetorialidade, com vistas ao diálogo dos vários órgãos do governo. Também pretende-se com tal programa, desenvolver a Agenda Jovem, que tem por objetivo implementar políticas relacionadas ao Decálogo da Juventude - uma série de ações diretamente relacionada aos temas de discussão da conferência estadual. “Minas não fica apenas no discurso, nós vamos pra ação”, enfatizou Azevedo. Exemplo disso, destaca o subsecretário, são as proposições discutidas em 2008, durante a 1ª Conferência de Juventude, que transformaram-se em políticas efetivas, como o Plano Estadual de Juventude, sancionado pelo governo em 2009, através da Lei 18.136/09 (Lei da Juventude). A lei estabelece diretrizes para a promoção do desenvolvimento integral dos jovens nos aspectos humano, familiar, social, educacional e econômico, com prioridades definidas para os próximos dez anos. Ele também ressalta o programa de educação sexual e cidadania Pode Crê!, que já qualificou 329 jovens da RMBH e de cinco cidades do interior com alto índice de contaminação do vírus HIV. Criado em 2009, o programa tem por finalidade capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social, com idade entre 15 e 24 anos, através de oficinas continuadas e gratuitas sobre diversidade sexual, relação de gênero, prevenção às DST/Aids, viver com HIV/Aids, anticoncepção, prevenção ao uso de drogas e entorpecentes.
Eixos temáticos
    No sábado (29/10), os delegados trabalharam dez eixos temáticos: formação profissional; educação; sexualidade; política sobre drogas; segurança pública; habitação; cultura e conexão; conviver com o diferente; direito de se associar e mobilização social; e diálogo com o governo. A partir do que for debatido, será aprovado documento contendo as 80 propostas para aprimoramento do Plano Nacional da Juventude, que será encaminhado à conferência nacional, a ser realizada entre 09 e 12 de dezembro, em Brasília. Estas emendas serão apresentadas pelos 100 delegados que serão eleitos amanhã (30/10). Também serão destacadas 20 proposições, que contribuirão com a agenda de políticas públicas de juventude de Minas Gerais.
   O secretário de Governo de Sete Lagoas, Nadab Abelin, de 28 anos, defenderá, durante os grupos de discussão, propostas voltadas a interlocução entre sociedade civil e governo e pretende apresentar a experiência adotada em seu município. “Minha proposta é ventilar o programa Governo Itinerante de Juventude, desenvolvido em Sete Lagoas, há seis meses, e que já deu certo”. Ele conta que, até agora, de 1,8 mil jovens, de escolas públicas e particulares, foram envolvidos na ação, que tem por finalidade aproximar governo e jovem, num diálogo contínuo. “Ouvimos o jovem, suas necessidades e propostas e juntos com ele construímos nossas políticas públicas. Também queremos buscar valores e oportunizar talentos”, ressaltou Nadab.    
   Para Dimitrius Chaves, de 24 anos, da cidade de Santos Dumond, uma das principais preocupações da juventude está relacionada às drogas. “Por isso escolhi esse tema. Vou participar desse eixo e apresentar propostas para que políticas, como o Aliança pela Vida, recentemente lançado pelo Governo de Minas Gerais, sejam ampliadas. Precisamos de mais investimentos em prevenção, acolhimento e reinserção”, destacou o jovem.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia