Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Vila marca no final e leva vantagem na partida de volta
16/11/2011, às 09:26:12

 

  Apesar da chuva que caiu durante a manhã toda, um bom publico compareceu no Fausto Alvim para colorir e empurrar suas equipes em campo. E viram uma partida sem muitas emoções onde no finalzinho aconteceu o gol da vitoria e a estranha expulsão do artilheiro da competição Victor na seqüência.
  Nesta primeira partida a impressão que se deu foi de que ambas as equipes iriam estudar o adversário para levar a decisão para o jogo de volta. Jogadas de ataque aconteceram, mas sem indicar real perigo aos goleiros Jhony ou Ricardo. Aos 6 minutos uma bola jogada na área parra Clésinho chegar tocando pro gol, mas Ricardo defendeu com tranqüilidade. Pouco depois o artilheiro Victor chegou batendo forte, Jhony defendeu e no rebote Tiago Piriá chegou batendo por sobre o gol.
  No segundo tempo o ritmo que já era lento ficou pior e o melhor mesmo ficava por conta da torcida nas arquibancadas que gritavam e apoiavam suas equipes. Todas coloridas e do lado do Olympique uma charanga tocava o tempo todo. Aos 26 minutos a bola sobrou com Alemão de frente pro gol que bateu forte, a bola bateu na defesa e foi à lateral. E no jogo morno de poucos lances de perigo, aos 49 minutos o lateral Germano Contato cruzou na área, no escanteio da direita, e Eder muito bem posicionado na área pegou de primeiro para vencer o bom goleiro Jhony e fazer Vila Nova 1 x 0 para a festa de seus torcedores.
  Na seqüência do lance o artilheiro Victor foi expulso, antes da saída da bola, em um lance onde gerou reclamações demais por parte de toda a equipe do Vila. Segundo a arbitragem Victor teria falado algo de forma desrespeitosa e mesmo tendo sido advertido continuou as reclamações que geraram o vermelho. O Vila Nova reclama deste lance onde eles não entendem como o jogador poderia ter dito algo para ser expulso imediatamente após o gol de sua equipe e antes da nova saída de bola.
  Mas ao final o placar de 1 x 0 para o Vila dá o direito ao tricolor de empatar a segunda partida para levantar mais uma vez o caneco. O Olympique para conquistar este titulo inédito precisa vencer por 2 gols de diferença para ficar com o caneco direto, ou por 1 gol para levar à decisão a disputa dos pênaltis.
  O Olympique entrou em campo com: Jhony, Edinho, Wilton Sargento (Joãosinho), Luciano, Alessandro, Barroso (Catiano), Renam, Clésinho (Dudu), Alex (Tiago), William e Fábio (Alemão). Treinador Gute.
  O Vila Nova conquistou a vantagem com: Ricardo, Igor Goiaba (Germano Contato), Anderson, Raul, Eder, Tiago Piriá (Caio), Vinicius (Diogo Humberto), Dalmer, Liniker e Edivaldo (Guto). Treinador João Paulo.
  O árbitro do jogo foi Amilton Marcos Moreira auxiliado por Eliete Flávia e Paulo Cesar Souza. O 4º árbitro foi Denílson Moura. O 5º árbitro foi Wesley Dias. A representante da LAD foi Neide Goulart.

 

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia