Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
No Facebook
25/11/2011, às 08:24:07

  “Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria?”, pergunta o Jornal Clarim na enquete sobre eleições municipais que está sendo realizada através do Facebook, desde o último dia 16. É surpreendente o crescente número de pessoas que a cada dia assume o voto, porque no Facebook é preciso mostrar a face - mesmo que seja de um “fake”. Mas é preciso critério na análise dos vários pontos refletidos pela enquete, principalmente diante do calor que gera entre os participantes.    
  Como um importante instrumento de comunicação (ou será de relacionamento?), a Internet e, mais especificamente o Facebook, têm as suas peculiaridades. Uma delas é o público, pois apesar de ser galopante o acesso ao computador pela população diante do crescimento econômico do país nos últimos anos, genericamente ainda está ao alcance de uns 35%. Um número que não deixa de ser relevante, porque significa milhões que se multiplicam rapidamente, mas ainda é um público muito segmentado de pessoas.
  Além do acesso ao computador, é preciso ter o interesse em estar na rede colocando-a no seu cotidiano. Para boa parte da população brasileira, principalmente a mais adulta, há dez anos não existia computador em sua rotina. Daí, a razão da ânsia pela informatização dos mais jovens e, às vezes, do horror a essa modernidade pelos mais velhos. Ainda é um mundo em descoberta, mas aberto por um especial público que forma opinião enquanto é ao mesmo tempo formado, interagindo ativamente.
  Se tomarmos o universo de cinco mil amigos da página do Jornal Clarim no Facebook, incluindo os “fakes” que, por assim dizer, ficariam por conta da margem de erro, 12% deles já colocaram a face na enquete até esta quinta-feira, 24. Como a confiabilidade nesse voto revelado é muito maior, é difícil o virtual ser diferente do real. As opções de pré-candidaturas são as mesmas, no entanto, é possível remover ou mudar o voto no transcorrer do tempo da enquete, inclusive mediante o convencimento dos comentários que se seguem. O que torna ainda mais provável que o voto do participante na urna seja realmente o apontado por ele na consulta pública.
  Nessas duas últimas semanas, foram postados dezenas de comentários que sugerem alguns indícios. O mais patente é a militância do PT que também é mais forte na rede do que a dos demais partidos, pois a maioria dos comentários é de adeptos ao pré-candidato Toninho Barbosão que tinha 165 votos de um total de 559 até esta quinta-feira, 24. Mesmo com o pretenso concorrente do PT dominando os comentários, a grande maioria dos votos dos participantes, 307 ou quase 60% até ontem, é para o pré-candidato do PP, o ex-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira. Como é uma ação que provoca uma resposta multiplicadora, os comentários de quem vota no pré-candidato Antônio Leonardo tenderem ao aumento nos últimos dias, assim como os votos.  
  A diferença entre os dois Toninhos tende a aumentar, enquanto as demais opções estão bem longe de alcançá-los na rede: os pré-candidatos Jeová Moreira da Costa (PDT) com 31 votos, Bosco (PTdoB) com 21 e Aracely de Paula (PR) com 12, registrados até ontem às 11h. Já a opção “votaria em outros” bate o número de votos dados a Bosco e Aracely na enquete, mostrando também uma vontade de mudança das opções postas ao eleitorado até o momento e/ou de permanência de ambos como deputados da cidade.
  A enquete segue adiante até a desaceleração dos votantes, quando novo editorial será elaborado sobre o resultado final dessa iniciativa do Clarim. Para conferir os dados e ou votar, entre na página Jornal Clarim pelo seu Facebook.  

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia