Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
PC indicia filho por sequestrar e manter o pai em cárcere privado 
19/03/2020, às 11:35:04
foto 1 idoso pm quinta 2 1193

A Polícia Civil (PC) de Santa Juliana iniciou uma investigação sobre o desaparecimento do empresário DJAB, de 64 anos, a partir de denúncia feita por um parente próximo da vítima, em maio de 2019. O inquérito encerrado esta semana culminou com o indiciamento pelo crime de sequestro e cárcere privado do filho da vítima, LCA, de 34 anos, e da sua ex-companheira, LCA, 61. Após análise fática, verificada a procedência das informações e, por tratar-se de crime grave e contra pessoa idosa, a equipe da PC da unidade de Santa Juliana conseguiu autorização da chefia para diligenciar até Divinópolis, a fim de constatar in loco a veracidade dos fatos denunciados, diante do perigo da demora que poderia trazer graves consequências à saúde da vítima. No lugar que permanece em sigilo devido a fatos supervenientes, os policiais verificaram que DJAB estava internado ilicitamente. O representante do lugar ao comprovar as irregularidades liberou a vítima e apresentou a documentação do suposto autor da internação compulsiva.



A PC constatou que os imputados pelo crime são o filho e a ex-companheira do empresário, sendo que ele tem relação direta com o fato apurado até o momento, já ela tem uma participação de menor importância. “Mas ambos os imputados tinham interesse em uma grande soma de dinheiro recebida pela vítima pela venda de terrenos na cidade de Cabo Frio (RJ)”, aponta. A investigação esclarece que a vítima foi sequestrada em Cabo Frio e levada sem o seu consentimento para a internação compulsória em Divinópolis, onde foi resgatado pela PC.



A Delegacia de Polícia Civil de Santa Juliana concluiu o seu trabalho investigativo na quarta-feira, 18, encaminhando os autos de inquérito para a delegacia competente pelo encerramento do feito – “haja vista o conflito jurisdicional de competência entre os juízos da cidade de Nova Ponte (MG) e Divinópolis (MG)”. “É a Polícia Civil de Minas Gerais prezando incondicionalmente pela vida do cidadão de bem”, destaca o delegado regional Vitor Hugo Heisler que chefiou o trabalho dos policiais sob a coordenação do delegado Carlos Gomes Seabra.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia