Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Empresário preso por receptar equipamentos de provedora de internet
29/06/2020, às 09:34:39
01

Na sexta-feira, 26, a Polícia Civil (PC) desencadeou a quarta fase da Operação Quebra de Confiança, cumprindo mandado de prisão temporária e de buscas e apreensão expedido em desfavor de um empresário proprietário de uma provedora de internet móvel investigado por ser um possível receptador de materiais desviados de outra grande empresa do ramo da cidade. A operação foi conduzida pela 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil através da Delegacia de Combate a Crimes Patrimoniais, respectivamente chefiadas pelos delegados Vitor Hugo Heisler e Conrado Costa da Silva. Conforme os autos, há muito tempo os autores desviavam bens materiais da empresa vítima da ação deles, objetivando auferir vantagem econômica. Os autores instalavam nas residências de terceiros de boa-fé os aparelhos usados desviados da grande provedora e, de outro lado, comercializavam os novos. A PC cita que ao longo da operação foram recuperados dezenas de roteadores e bubinas de fibra ótica, minimizando o prejuízo da vítima. Ao todo, já foram cumpridos dez mandados de prisões temporárias e de buscas e apreensões, acarretando no desmantelamento de uma possível organização criminosa. As investigações seguem seu curso natural com o fito de concluir os trabalhos de polícia judiciária.



Nota de agradecimento - “A Click Telecom agradece à 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Minas Gerais em Araxá, especificamente à Delegacia Especializada de Furtos e Roubos, pelo excelente trabalho realizado na ‘Operação Quebra de Confiança’. Ação essa que teve como desdobramento a 4ª Fase realizada no dia 26/06/2020. Nesta data, a operação culminou com o cumprimento de mandado de busca e apreensão e efetuou a prisão temporária em desfavor de um empresário, proprietário de uma empresa concorrente. Ele confessou ter receptado parte dos materiais extraviados da empresa. Frisa-se, que a Polícia Civil conseguiu recuperar diversos materiais desviados e desmantelar uma ‘Organização Criminosa’ que atuava em desfavor da Click Telecom, cometendo diversos crimes para obter vantagem e prejudicar o trabalho prestado por nós e a imagem da empresa junto aos seus clientes e à comunidade.”
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia