Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_1
prefeitura_araxa
Clubes decidem manter regras de transferências para 2012
10/01/2012, às 13:12:44

   Em uma importante reunião com os clubes da primeira e segunda divisão araxaense, foi mantida a decisão nas regras de transferências para a próxima temporada. Assim sendo, como já havia sido votado anteriormente, apenas 5 atletas terão passe livre por clube, sendo 3 amadores e 2 juniores. Os demais seguirão necessitando da assinatura do presidente de cada clube.
   A ideia, que tem como base de sustentação as equipes de menor expressão, é de tentar impedir que suas equipes sofram verdadeiros desmanches pelas equipes consideradas “grandes”. Como todo ano acontece nos inícios de temporada, quando as transferências são livres, as equipes consideradas grandes sempre vão atrás dos destaques das equipes de menores poder financeiro. E em alguns casos estas equipes acabam mesmo sendo “desmanchadas” e seus diretores têm que correr atrás de formar novas equipes.
   Nesta reunião estiveram presentes os seguintes clubes: São Pedro, Caiçara, Tigrão, Dínamo, Gef, Ferrocarril, Ferroviário, Guarani, Estância, Vila Nova, Santa Terezinha, Grei, Operário, Cit, Ipiranga, Trianon, Tupy, Planeta, Cerrado e Internacional.
   Algumas questões foram levantadas como o fato de que muitos questionam o fato de que algumas equipes quererem prender jogadores. Para muitos isto é um problema, para outros a convicção de que não se pode prender nenhum jogador.  Foi dito que neste caso basta recorrer junto a Federação Mineira de Futebol (FMF) para liberar o jogador, mas Wanderley Goulart, presidente da Liga Araxaense de Desportos (LAD) explicou de que a FMF pode até liberar, mas poderá ter problemas junto a LAD por conta das atas das assembléias em que os próprios clubes concordam e assinam as decisões.
   O treinador Leandro do Ferroviário apóia a idéia de se haver uma divisão entre os clubes que disputam a primeira divisão por sentir que as equipes medias e pequenas não tem condições de competir junto aos grandes. Esta idéia já era defendida por Evaldo do Ferrocarril há algum tempo e o próprio treinador do Ferroviário admitiu que antes não concordava, mas que agora sente que esta é uma necessidade.
   Wanderley Goulart emitiu sua opinião sobre as mudanças constantes dos clubes em sempre voltar atrás em decisões deles próprios. Segundo Wanderley é uma situação complicada que sempre desgasta a imagem da entidade. Ele citou o caso do atleta Dedé que assinou por várias equipes em 2010 e foi punido com uma decisão dos próprios clubes que depois voltaram atrás e derrubaram a decisão que eles mesmos tiveram.
   José Nadir, presidente do São Pedro, expôs sua idéia sobre o assunto dizendo que não estava presente na reunião em que se decidiram as regras das transferências, mas que concordava com ela pelo fato de ter tido uma grande luta para se montar a equipe e que agora com 26 jogadores no clube já existem 10 jogadores sendo procurados por outras equipes, e que se caso perder tantos jogadores assim ficaria difícil para se montar uma nova equipe.
   Desta feita a decisão dos clubes ficou em 17 a 3 em favor de se manter as regras votadas no inicio do ano com relação às transferências. Os clubes que votaram contra esta decisão foram Tigrão, Grei e Cerrado.
   Sendo assim o passe-livre permanece sendo do dia 2 de janeiro ao dia 28 de fevereiro de cada ano. Porém agora penas 5 jogadores terão este passe-livre por clube. Sendo 3 amadores e 2 juniores (com idade de até 22 anos). Sendo assim após uma equipe perder este limite de atletas, os demais somente poderão sair após assinatura de seu presidente. O valor permanece em R$ 200,00 para estes 5 jogadores. Após passará para R$ 300,00 o amador e R$ 1000,00 o atleta júnior. Lembrando que o atleta que for liberado pelo presidente dentro do período de passe livre não irá somar entre os 5 atletas passe livres.

NOVIDADES
   Wanderley aproveitou para informa que esta conseguindo junto ao Deputado Estadual Bosco uma importante ajuda aos clubes amadores: os clubes poderão receber em 2012 uniformes novos nesta parceria. O uniforme é sempre uma das grandes despesas constantes de cada equipe amadora. Wanderley informou também que esta tentando junto ao deputado uma verba para reforma e ampliação da sede da LAD, já que Wanderley sonha em poder fazer um segundo piso na entidade para abrigar a sala de reuniões e também de julgamento.

PLANTÃO
   Com estas novas regras alguns diretores realizaram plantão na sede da LAD na virada do ano para poderem ser os primeiros a efetuarem suas transferências. Alguns chegaram no meio da tarde do sábado, 31 de dezembro, e permaneceram até o dia 02 de janeiro para garantirem o reforço de suas equipes.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia