Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_1
prefeitura_araxa
Poeta araxaense morre vítima de Covid aos 88 anos
04/02/2021, às 07:47:06
ara

A poeta Maria Lúcia Alvim morreu, aos 88 anos, nesta quarta-feira (3), no Hospital Albert Sabin, em Juiz de Fora, após sofrer uma parada cardiorrespiratória por complicações derivadas da Covid-19. Natural de Araxá, Maria Lúcia vivia em Juiz de Fora desde 2011, após morar por anos no Rio de Janeiro e ter passado uma temporada em uma fazenda no interior de Minas. A escritora estava internada desde 18 de janeiro. No período, Maria Lúcia passou uma semana no quarto, outra na unidade de terapia intensiva (UTI), quando, então, foi intubada. Não há informações sobre o velório.



A pessoa mais próxima de Maria Lúcia durante os anos de vida em Juiz de Fora foi a amiga Luciana Oliveira Dias, a quem conhecia há 12 anos. A poeta contraiu o coronavírus na residência terapêutica onde residia, diz Luciana. “Por ironia do destino, não só ela como outros idosos e até mesmo colaboradores contraíram Covid-19. Ela não estava sintomática. Após um dos idosos ter o diagnóstico, a residência então testou os demais, quando foi atestado que Maria Lúcia também estava contaminada.”

pessoas copiar

De acordo com Luciana, a poeta não tinha complicação alguma de saúde. “Se não fosse a Covid-19, talvez ela ainda estivesse aqui. Ela não tinha problemas de saúde, apenas aqueles naturais da idade. Vim ao lado de Maria Lúcia na ambulância e ela estava lúcida, conversando naturalmente. Estava prestando contas de tudo. Não estava sentindo nada. Ela não queria ser internada, pedia que eu a levasse para a minha casa. A única coisa que ela me dizia era que não entendia o porquê estava sendo internada, o que os médicos estavam falando, porque ela não sentia nada.”

Por Gabriel Ferreira Borges
Fonte: Tribuna de Minas
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia