Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Bosco trabalha pela implantação da UTI neonatal e revitalização do Barreiro
11/02/2021, às 09:10:57
IMG_2504

O deputado estadual Bosco diz que inicia o terceiro ano do seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e, prioridades pelas quais vem trabalhando em todo este período para Araxá, como a implantação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e a revitalização do complexo do Barreiro, acontecem ainda este ano com o apoio do Governo do Estado.  O deputado participou do 1º Encontro Gestão Municipal Integrada – Controle, Inovação, Tecnologia promovido pela Ampla. “A integração dos municípios é de extrema importância e precisamos investir mais neste sentido, porque nós sabemos que estamos numa região muito forte. Com municípios extremamente importantes para a região e Estado, tanto na questão da produção como também na geração de emprego e renda”, afirma. Ele acrescenta que essa integração política é importante até mesmo para reivindicar uma participação mais efetiva dos governos estadual e federal na região.   “Nós temos municípios que hoje recorrem a outras cidades, como Uberaba, para buscar soluções na área da saúde, por exemplo, para questões que poderiam ser resolvidas aqui mesmo em Araxá e em outros que compõem a Ampla. Através dessa união, vamos ter condições de desenvolver um projeto regional, com esse planejamento na área da saúde, por exemplo, porque nós não temos aqui alta complexidade”, afirma. 



UTI neonatal - Bosco diz que a implantação da UTI neonatal em Araxá é um desafio desde a sua primeira eleição como deputado. “Eu acho que não aconteceu por falta da união política durante todos estes anos, porque a UTI não está funcionando por falta de recursos para o seu custeio”, afirma. Ele acrescenta que ainda no governo de Antonio Anastasia conseguiu inserir Araxá no projeto de prioridade do Estado para receber essa UTI neonatal. “Os recursos vieram, foi instalada a UTI adulto no anexo da Santa Casa para que fosse desocupado o espaço ideal dentro do hospital e instalada. Isso tudo não aconteceu e, por uma questão muito simples, precisamos colocar essa UTI para funcionar durante um ano para credenciá-la junto ao SUS. O desafio é mantê-la por um ano e se já tivesse ocorrido essa união política, cada município dando a sua cota de contribuição, já poderíamos estar com a UTI funcionando. Mas eu acredito que de agora para frente vai acontecer, porque tem a boa vontade e o desejo do novo prefeito Robson (Magela) e também dos demais prefeitos”, avalia.

Araxá - “Nós temos trabalhado permanentemente nas questões prioritárias de Araxá junto ao governo do Estado. No que diz respeito ao que se resolve através de emenda parlamentar, isto eu tenho feito, tanto nas áreas da saúde, educação, infraestrutura”, destaca Bosco. Ele acrescenta que através de emenda parlamentar tem canalizado todos os recursos que são possíveis viabilizar para Araxá e região – “como agora, ontem (3) na Assembleia, estava definindo as emendas para este ano e são sempre colocados como prioridade”. 

pessoas copiar

Barreiro - Bosco informa que tem uma reunião marcada com o novo presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) para tratar das demandas do complexo do Barreiro, na próxima semana. “Porque já passou da hora de ser cumprido através da Codemig, o compromisso que foi feito conosco no início do mandato do atual governador Romeu Zena. Ele determinou à Codemig que tomasse as providências necessárias para que realmente pudéssemos viabilizar a Vila do Artesanato, ou seja, fazer as adequações necessárias”, afirma. Bosco acrescenta que o governador também deliberou pela construção de um estacionamento no Barreiro, tendo um anexo com estrutura abrigar o pessoal de alimentos e bebidas que hoje trabalha de forma precária. “Afinal de contas, já é o terceiro ano deste meu mandato e não podemos virá-lo sem que essas coisas aconteçam no Barreiro”, destaca.De acordo com Bosco, também está trabalhando na questão da municipalização da av. José Ananias de Aguiar (do Comboio). “A avenida é tida como o nosso anel rodoviário e não é, ali já é cidade e estamos trabalhando para municipalizar aquela área, para que a prefeitura possa melhorar aquela área da cidade”, considera. Bosco acrescenta que para o futuro é preciso trabalhar na construção de um rodoanel (anel rodoviário) para realmente escoar o tráfego pesado, o desviando da cidade. “Araxá de fato não tem um anel rodoviário, temos ali uma avenida e estamos buscando parcerias junto ao Estado, às empresas mineradoras, para que possamos futuramente ter um projeto neste sentido”, adianta.
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia