Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
PC apura se acidente com morte entre Araxá e Tapira foi provocado por caminhoneiros
07/04/2021, às 16:25:22
aci


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) investiga se o acidente envolvendo três veículos, sendo um ônibus, um caminhão e um Fiat/Uno, ocorrido na MG 452 entre Araxá e Tapira, na manhã de terça-feira, 30, foi provocado. Das três vítimas que estavam no carro de passeio, o motorista chegou a ser socorrido inconsciente pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de Araxá, mas morreu depois em decorrência do politrauma e pneumotórax. Outras duas vítimas do acidente que aconteceu próximo à entrada para a rampa Horizonte Perdido também foram socorridas pelos bombeiros, ambas estavam apresentavam fraturas nos membros e permaneceram conscientes durante o atendimento. O Corpo de Bombeiros contou com o apoio da Brigada de Emergência, inclusive com uma ambulância da empresa Mosaic que transportou uma das vítimas até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araxá, além da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e da perícia técnica da Polícia Civil (PC).



Suspeição - Na quinta-feira, 1º, um suspeito, de 23 anos, de estar envolvido na grave colisão foi preso pela PC durante as investigações. De acordo com a Polícia Civil, um motorista de caminhão que está foragido irritou-se com uma manobra de ultrapassagem feita pelo condutor do carro e começou a persegui-lo pela rodovia. Em seguida, o caminhoneiro entrou em contato pelo rádio com o jovem que foi preso e que também é motorista para que encurralasse o carro da vítima. O delegado de Trânsito, Renato Alcino, explica que há indícios de que houve um contato entre o caminhão com o carro da vítima que pode ter gerado a perda de controle do veículo, fazendo com que batesse contra o ônibus na pista contrária. “Para averiguar o que levou ao acidente, solicitamos medidas cautelares à Justiça como a apreensão do caminhão para a perícia, bem como os mandados de prisão dos dois suspeitos que foram devidamente deferidos e, hoje (1º), conseguimos a prisão temporária de um deles”, esclarece o delegado.

O suspeito foi conduzido preso ao sistema prisional e o outro caminhoneiro continuou foragido. Nesta quarta-feira, 7, a PC informa que foi decretada a prisão de um terceiro condutor envolvido na ocorrência e também prorrogados os mandados de prisão dos outros dois motoristas. Os três envolvidos são caminhoneiros e, conforme a investigação da PC que ainda está em andamento, teriam agido de forma dolosa para que o condutor do Fiat/Uno colidisse contra o ônibus, o que provocou a sua morte. As vítimas sobreviventes serão ouvidas pela autoridade policial nesta quarta-feira, 7, quando uma equipe da PC também retorna ao local do acidente para elucidar como foi o desenrolar dos fatos. O carro segue apreendido para ser devidamente periciado. 
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia