Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
MPMG apura atuação do Estado na educação pública durante a pandemia
28/04/2021, às 15:40:31
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 25ª Promotoria de Justiça de Belo Horizonte, apura, em Inquérito Civil (IC), se o Estado de Minas Gerais tem respeitado o direito fundamental à educação, o planejamento e a eficiência administrativa na execução das atividades escolares presenciais e não presenciais, no curso da pandemia de Covid-19. Desde o ano passado, o MPMG examina eventuais atos ilícitos na esfera pública relacionados à quebra, durante a pandemia, do direito fundamental à educação e ao deficiente planejamento administrativo na retomada das atividades escolares presenciais e/ou não presenciais, no âmbito dos sistemas estadual e municipal de ensino. Dando sequência ao procedimento, a Promotoria de Justiça solicita ao governador informações atuais sobre o protocolo completo adotado na esfera estadual, para minimização de riscos no futuro retorno à atividade escolar presencial; sobre quais as atividades de ensino não presencial foram realizadas, de forma especificada e individualizada; sobre as medidas administrativas materializadas para inclusão digital e melhor acesso às plataformas eletrônicas direcionadas aos corpos discente e docente; e facultativas informações sobre representações constantes no IC.



Busca de soluções - Segundo a 25ª Promotoria de Justiça da Capital, a efetividade do direito fundamental à educação impõe a estruturação de soluções, alternativas de gestão e criação de protocolos completos para a manutenção do ensino ainda que não presencial, “evitando-se a ilícita descontinuidade do processo educacional”. O órgão ainda destaca que o planejamento administrativo do gestor é fundamental à eficiência estatal. “Planejar a incidência do direito à educação se divide na apresentação de soluções alternativas imediatas para o ensino nos momentos agudos da pandemia e de soluções transparentes e objetivas para o retorno gradativo ao ensino presencial, na medida em que sejam alterados os índices escolhidos como critério de retorno”, aponta.



banner-clarim


LEIA MAIS

IMG_3105
Secretário fala sobre Cidade Inteligente, Desaer, Barreiro, Sine e outras tratativas junto ao governo do Estado

pre2
Governo Federal prorroga prazo para realização de exame toxicológico periódico

choco
Operação Chocolate com Pimenta II recupera 870 caixas de chocolates

TRTD
Trabalhadora que foi chamada de 'burra' será indenizada em R$ 10 mil

cama
Notícias da Câmara Municipal de Araxá



Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia