Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
prefeitura_araxa
Negligências lideram a lista de ofensas a crianças e adolescentes
19/05/2011, às 08:02:15

 

   O Centro de Referência Especializada da Assistência Social (Creas) registra em média por mês 70 atendimentos a crianças e adolescentes vítimas de violações de direitos. O número foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 18, no 10º Seminário Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto Juvenil. Entre as ofensas de direitos cometidas em Araxá, as negligências lideram a lista. Já a violência sexual infanto juvenil está em queda.
   De acordo com a psicóloga Maria das Graças Resende Vasconcelos, coordenadora do Serviço de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Criança e Adolescente (Sentinela), as estatísticas apontam para a redução de casos no que se refere à ofensa sexual. “Não sei se as pessoas estão deixando de denunciar ou se estão mais resguardadas, se cuidando mais, quero acreditar que seja a segunda opção, porque o registro de um caso para mim já é muito”, diz.
   O evento, realizado no salão de festas do Clube Araxá, reuniu educadores, agentes de Saúde, do Poder Judiciário e da Polícia Militar, além de outros representantes de instituições que trabalham diretamente com crianças e adolescentes. De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Social, José Domingos Vaz, é necessário mobilizar toda a sociedade para a preservação dos direitos da criança e do adolescente. “A partir do momento que a gente conseguir conscientizar principalmente as famílias, vamos conseguir diminuir significamente todas as violências”.
   O prefeito de Araxá, Jeová Moreira da Costa, esteve presente e falou sobre a importância do núcleo familiar, da solidariedade e do resgate de valores para a proteção da criança e do adolescente. O evento também contou com a presença da secretária Municipal de Educação, Maria Célia Araújo Oliveira, do representante do Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente, Arnaldo Galeguilos Calderon Junior e do representante do Conselho Tutelar, Rodrigo Diniz.

Data
   O 18 de maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi escolhida como símbolo da luta pelos direitos de crianças e adolescentes, em lembrança ao sequestro, estupro e assassinato de Araceli Cabrera Sanches de 8 anos de idade, em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). O corpo da menina foi encontrado seis dias depois, completamente desfigurado e com sinais de abuso sexual. Os responsáveis pelo crime não foram responsabilizados.
   O dia foi instituído pela Lei Federal 9.970/2000 e tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento no combate ao abuso sexual intra e extra-familiar da exploração sexual comercial de crianças e adolescentes.

Denúncias
   Em Araxá denúncias de exploração, abuso ou violência sexual, entre outras violações de direitos de crianças e de adolescentes podem ser denunciadas para o Conselho Tutelar por meio do telefone (34) 3691-7189, para o Centro de Referência Especializada da Assistência Social (Creas) através do telefone (34) 3691-7196 ou na Secretaria Municipal de Saúde no telefone (34) 3691-7068.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia