museu
Museu Dona Beja. Foto: Celso Flávio
Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
CIMTB: pistas de Araxá terão mudanças
20/09/2021, às 08:54:53
cimtb1

O tradicional circuito de XCO de Araxá está passando por mudanças para ter ainda mais fluidez para as corridas da temporada 2021 da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike, que será realizada entre 1º e 3 de outubro nas dependências do Grande Hotel Termas de Araxá. As características da maratona também estarão diferentes do que os competidores estão acostumados na cidade, com muitas estradas e nenhum trecho plano, desafiadora como sempre. O short track será muito rápido e aberto para favorecer as disputas. Tanto a pista de XCO quanto de XCC estão abertas para reconhecimento, lembrando que os treinos oficiais serão na sexta-feira, 1º de outubro.

XCO
Entre as mudanças no cross-country olímpico estão ajustes antes da descida da Dona Beja, o que vai aumentar o grau técnico do trecho. O novo desafio terá uma passagem alternativa, mas mais lenta, para quem não quiser se arriscar. A pista deve ficar com cerca de 4,7 quilômetros e 140m de elevação acumulada. Nesta época do ano, a tendência é que o clima esteja muito seco e, portanto, é provável que haja muitas pedras e muita terra solta na pista, exigindo e dificultando ainda mais a pilotagem. “A pista está muito técnica, como sempre. Até a semana da prova ainda vamos incluir outras alterações, como alguns saltos e relevés. Os competidores terão que tomar cuidado com as pedras que estão aparecendo muito com o clima mais seco”, avisa Caíque Martins, organizador da CIMTB Michelin.

>> Confira o percurso e baixe o GPX aqui.

Maratona
Quem correu a maratona de Congonhas este ano sentirá bastante diferença em relação ao circuito de Araxá. Visando a segurança e a tranquilidade para os corredores, todo o trajeto será fechado para carros, com predominância de estradões. Cada volta terá 15 quilômetros, com 480 metros de altimetria acumulada, praticamente sem trechos planos. “Optamos por incluir muitos trechos dentro da mineradora, o que viabiliza o controle de veículos e a segurança dos competidores. Com o clima seco, certamente teremos muito talco na pista, às vezes com profundidade de 10 a 15 centímetros, então os atletas podem se preparar para uma maratona exigente”, alerta Caíque.

>> Confira o percurso e baixe o GPX aqui.



Short Track
A pista larga, com trechos abertos, subidas longas e um pump logo após uma descida são elementos que favorecem pilotos mais agressivos e explosivos. A pista de XCC de Araxá foi desenhada para aumentar a temperatura do Tauá Grande Hotel. Com transmissão ao vivo pelo BandSports, a promessa é de muita velocidade e guidão com guidão. E falando em BandSports e XCC segura aí que tem novidade. Além da transmissão no sábado da Super Elite Feminina e Super Elite Masculina, teremos mais duas provas de arrepiar que serão transmitidas ao vivo pelo Bandsports na sexta à tarde. E isso surgiu para atender um pedido dos atletas e dos espectadores do Bandsports que desejam ver de perto mais provas e emoção através do mountain bike na TV. As duas provas de XCC serão para a categoria Júnior Masculina para a categoria Open Masculina, podendo participar atletas das categorias Sub 30 até Over 65, em disputa conjunta. Essas provas exclusivas vão mostrar toda a habilidade e potência dos atletas dessas categorias. 

Pista para crianças e de teste de bike
A pista das crianças, que vão se divertir treinando e competindo no domingo às 11h30, será em local diferente. A pista retornou para o bosque, perto da feira, e estará mais interativa para as crianças e os pais levarem seus filhos para treinarem e competirem. Na mesma pista funcionará a pista de testes onde os atletas e os amantes do mountain bike poderão testar bikes disponibilizadas pelos expositores para experimentar e sentir a emoção de pilotagem numa pista segura mas muito legal dentro do bosque. A categoria MIRIM é indicada para crianças com idade abaixo de um ano, que ainda usam as balance bikes, até os jovenzinhos de até 11 anos que já usam bicicletas maioress. O objetivo é incentivar e apresentar o mundo das competições para se sentirem atraídas pelo uso da bike e as atividades outdoor, junto à natureza. Todos que largarem ganharão medalha de participação e brinde no pódio. “Temos vários casos de atletas e amantes do mountain bike que começaram na MIRIM e hoje são adultos e praticantes do ciclismo. Temos um grande orgulho e sabemos da nossa enorme responsabilidade com essa categoria na formação de pessoas cada vez melhores para o futuro do nosso país”, completa Rogério Bernardes organizador do evento.
 
>> Inscreva-se aqui

cbm

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia