Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Centro administrativo e avenidas Antônio Carlos e Senador Montandon estarão prontos em dezembro
20/05/2011, às 11:08:07

 

   O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, João Bosco Borges, informa que as obras de construção da Cidade Administrativa Juscelino Kubitscheck e também as de reurbanização das avenidas Antônio Carlos e Senador Montandon serão inauguradas dentro do previsto, em 19 de dezembro próximo. No total, serão investidos R$ 22 milhões nessas obras apenas pelo município, além dos recursos da União, do Estado e da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).   
   João Bosco acompanhou o prefeito Jeová Moreira da Costa em uma visita às obras nesta segunda-feira, 16, quando foram revalidados todos os prazos. O secretário afirma que daqui para frente os trabalhos serão executados até em três turnos se for necessário. Além dele, os secretários de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, e de Desenvolvimento Rural e Projetos Especiais, Francisco Carlos Antonello, integraram a comissão na visita que contou também com a participação de técnicos, trabalhadores e representantes das empresas envolvidas nas obras.  

Revitalização central
   O secretário explica que quando foi feita a sondagem e o cálculo estrutural no canteiro de obras da av. Antônio Carlos apareceu veio de água e houve necessidade de reavaliar o projeto de fundações que foi redimensionado e ficou pronto na semana passada. “Estamos nos preparando para fazer a fundação esta semana e queremos concluí-la ainda este mês, para começar a fazer as cortinas de elevação do teatro”, afirma. Ele ressalta que as alterações previstas no projeto vão contribuir positivamente, como no aproveitamento da água subterrânea para a irrigação da praça, sem mudar a data prevista de entrega da praça.
   Segundo ele, também foram iniciadas nesta semana as obras na parte central do canteiro da av. Antônio Carlos, conforme mudanças estabelecidas para minimizar os impactos no trânsito de veículos e pedestres. “Com relação à parte do trânsito não tem muito o que fazer, temos ali três quarteirões fechados e a solução melhor que nós achamos seria atacar a praça, fazer o canteiro central, porque aí poderíamos tirar o tapume e ficar só a parte do teatro”, afirma João Bosco.
   Ele acrescenta que já há uma mobilização para agilizar a obra na parte do canteiro central da av. Antônio Carlos entre o Banco do Brasil e o antigo Unibanco, o que permitirá liberar o tráfego nesse quarteirão. “O que libera o cruzamento entre a Calimério Guimarães e a rua Olegário Maciel, porque temos que fazer a parte de cima também que vai até a matriz”, afirma.
   O secretário esclarece que depois de concluída a obra haverá uma passagem de nível para atravessar o canteiro central da av. Antônio Carlos, de uma pista para outra que ficará entre as ruas Olegário Maciel e Calimério Guimarães, além de permanecer a possibilidade de contorno em frente ao Museu Dona Beja. “A passagem não será reta, seguindo da rua Cassiano Lemos para a rua Olegário Maciel como era, pois será deslocada justamente para evitar acidentes. Antes, também se passava direto da rua Calimério Guimarães para a rua Capitão José Porfírio, o que também será modificado, vai ser preciso descer um pouco para atravessar a praça, para não haver trânsito rápido”, explica.
   Segundo ele, no primeiro quarteirão da rua Presidente Olegário Maciel também não haverá transito rápido e a intenção é fazer o calçadão futuramente. “Nenhuma das ruas terá passagem direta, pois serão deslocadas para evitar o problema do carro cruzar diretamente a avenida. Hoje, está tudo fechado, mas depois o veículo poderá contornar em cima da praça mesmo, onde será feita uma passagem de nível. O veículo cruza em cima da praça mesmo e desce do outro lado, tendo automaticamente que diminuir a velocidade.”
   O secretário informa que houve uma reunião com a Cemig sobre o início das obras de implantação do cabeamento subterrâneo de energia na av. Antônio Carlos. “Nós acreditamos que, dentro de uns 60 dias, estaremos iniciando essa obra. A praça já está toda definida, inclusive com o tipo de piso que é granito, assim como a parte de acabamento do teatro pelo arquiteto Gustavo Pena.”
   João Bosco informa que essas obras estão orçadas em R$ 12 milhões no total, sendo R$ 2,5 milhões em recursos federais, R$ 2,6 milhões da CBMM e R$ 860 mil do Estado, além de R$ 6 milhões do município.

Cidade administrativa
   João Bosco afirma que a Cidade Administrativa Juscelino Kubitscheck, assim denominada pelo prefeito Jeová para homenagear o ex-presidente, também será inaugurada em 19 de dezembro próximo, com a transferência de todas as secretarias municipais e do Gabinete do Poder Executivo para um mesmo local. Segundo ele, o ritmo das obras também foi acelerado para o cumprimento da data de inauguração prevista pelo prefeito.     
   “Já estamos entrando na fundação do gabinete e estamos terminando a fundação das secretarias, são mais três blocos de três pavimentos. Entramos na fase de acabamento das três secretarias de um pavimento, do arquivo e do depósito. Também já estamos fazendo as redes de água pluvial, potável, esgoto e a irrigação, hoje devemos estar com umas 80 pessoas no canteiro de obras.”
    Segundo ele, o prefeito deve promover a mudança das secretarias para o centro administrativo gradativamente, à medida em que os blocos vão ficando prontos. “Vamos mudar aos poucos, já conversamos com o prefeito e as primeiras secretarias a irem para lá são a Agricultura, Educação e Saúde, que devem ficar prontas dentro de noventa dias.” O secretário acrescenta que já foi iniciada a parte de pavimentação, arruamento e calçadas que começaram a ser feitas em frente à Câmara Municipal. Ele destaca que toda a obra está orçada em R$ 14 milhões e vem sendo executada com recursos do município.
   João Bosco diz que a remodelação da av. Senador Montandon é outra obra prevista para ser entregue no segundo semestre deste ano, sendo que vai ser iniciada em breve com recursos do Estado e contrapartida do município.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia