Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm (1)
banner_pma
Distribuidores de drogas sintéticas são presos em Araxá
17/05/2022, às 11:43:08
A Polícia Civil (PC) prendeu em flagrante delito RDLS, de 28 anos, grande distribuidor de drogas sintéticas em Araxá, às 16h de quinta-feira, 13. A PC apreendeu 46 pontos de LSD, 29 comprimidos de ecstasy, 300g de crack e dinheiro em espécie que estavam com o autor.

Ele possuía registro criminal anterior pela prática de tráfico de drogas e, em razão do permanente monitoramento de indivíduos envolvidos neste tipo de crime na cidade, a PC apurou que era distribuidor na sua área de atuação. no bairro Pão de Açúcar III. Com a anuência do pai do autor, os policiais realizaram as buscas na casa em que residem e apreenderam as drogas, uma balança digital e dinheiro que somados às informações obtidas por meio de inteligência policial configuram a prática habitual do crime de tráfico pelo investigado. 

pcmg
Em continuidade às investigações sob a chefia do delegado regional André Valter Salviano e de Combate ao Narcotráfico, Vinicius Ramalho, a PC também prendeu RMM, de 27 anos, como grande distribuidor de drogas sintéticas na cidade, às 17h de segunda-feira, 16.

A equipe de investigadores acompanhou o autor até uma residência localizada no bairro Pedro Pezzuti e, tão logo o mesmo desembarcou do veículo, chamou os moradores da casa. Então, assim que um deles abriu a porta foi abordado e franqueou o acesso dos policiais ao imóvel, onde foram localizados 907 pílulas de ecstasy, 3 tabletes, 8 porções de pasta base, 39 papelotes e 101 pinos de cocaína. No total, foram apreendidos 4 kg de pasta base de cocaína e 4 porções de crack pesando 190g e milhares de pinos vazios, além de 4 litros de lóló que estavam em dois galões e numa garrafa e 66 frascos vazios e R$ 9.517 em dinheiro. 

As drogas estavam em meio a materiais para construção. No momento das buscas, a PC não comprovou o envolvimento dos moradores da casa com o crime de tráfico porque tinham o hábito de permitir que o autor guardasse materiais de construção no local. As investigações prosseguem visando à prisão de outros suspeitos da prática de tráfico de drogas.



 
Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia