Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_1
prefeitura_araxa
BDMG tem linhas de crédito para mercado voltado para a Copa
23/03/2012, às 09:34:45

   Empresas mineiras dos setores de turismo e entretenimento se reuniram em workshop sobre linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) realizado na tarde de terça-feira, 20, em Belo Horizonte. A iniciativa serviu para fomentar o segmento visando a Copa das Confederações da Fifa Brasil 2013 e a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014.
   Cerca de 60 pessoas estiveram presentes em sua maioria representantes de micro e pequenas empresas, como bares, restaurantes, agências de viagem, hotéis, pousadas etc. Para esse segmento, com faturamentos anuais de até R$ 3,6 milhões, o banco disponibiliza financiamentos com taxas fixas de 0,96% ao mês (sem indexador variável) e prazos de até 36 meses para pagamento.
   O secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sérgio Barroso, falou sobre ‘Planejamento e Negócios para a Copa’. De acordo com ele, essa é uma oportunidade de gerar negócios e empregos a partir da grande movimentação de turistas durante o Mundial. “Essas linhas de créditos possuem abrangência diferenciada, pois o BDMG permite aos empresários financiar obras, reformas e mobiliário, mas também capacitação de mão de obra, um dos grandes legados que o maior evento esportivo do mundo pode nos deixar”, afirma.
   Em seguida, a gerente de divisão do Departamento de Médias Empresas do BDMG, Maria Cecília Falabella Farah, apresentou as linhas de crédito do banco voltadas às necessidades das empresas de turismo. Ao final, uma equipe de funcionários do Departamento de Micro e Pequenas Empresas atendeu individualmente os empresários interessados no financiamento. Um deles, Armando da Cunha, de Uberlândia, prevê a construção do Executive Inn Hotel, em maio deste ano, com previsão de conclusão para o início de 2014. “Nossa cidade é candidata a Centro de Treinamento de Seleção e estamos investindo para atender as demandas da Copa”, informa Armando.
   “O banco está preparado para atender todo o trade turístico, com oportunidades para todos os segmentos. Todas as demandas relacionadas a capital de giro e investimentos serão avaliadas”, informa o diretor da área de negócios com setor privado do BDMG, Fernando Lage de Melo, que  fez a abertura do workshop.

Turistas
   De acordo com estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas sob encomenda do Ministério do Turismo, a previsão é de que 600 mil turistas estrangeiros venham ao Brasil no período da Copa do Mundo. Eles realizarão quase 2 milhões de viagens pelas 12 cidades-sede. O número esperado de turistas brasileiros é de 3 milhões, que farão 6 milhões de viagens pelas cidades-sede do Mundial. A perspectiva é de que o número de turistas estrangeiros chegue a 2,98 milhões nos próximos três anos, o equivalente a um aumento de 79%.
   Em Belo Horizonte, a expectativa é receber 197 mil visitas de turistas estrangeiros durante o Mundial, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas. Esse número sobe para 430 mil quando o estudo analisa as visitas de brasileiros à capital de Minas Gerais.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia