Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm (1)
banner_pma
ALMG realiza audiência pública em Araxá
28/03/2012, às 09:35:34

 

  Com a participação de um grande público que lotou o Tribunal do Juri do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) foi realizada na tarde desta segunda-feira, 26 a 2ª Reunião Extraordinária - Audiência Pública da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O objetivo da Audiência Pública em Araxá foi debater a importância do Centro Universitário do Planalto de Araxá no desenvolvimento sustentável da microrregião do Planalto de Araxá e do Alto Paranaíba, suas mudanças, transformações e perspectivas. A audiência contou com a presença do presidente da comissão, Deputado Bosco (responsável pela reunião em Araxá), do presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro e dos deputados estaduais Adelmo Carneiro Leão, Gustavo Corrêa, Liza Prado e Antônio Lerin.
   O Deputado Federal Nárcio Rodrigues da Silveira, Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) também estava presente e compôs a mesa de debate assim como o presidente da Fundação Cultural de Araxá, Wagner de Freitas Oliveira; o reitor do Uniaraxá, Valter Gomes; a professora Maria Celeste de Moura Andrade e o presidente do DCE, Marcelo Luiz Alves. Durante a audiência o secretário Nárcio Rodrigues expôs as metas da Sectes que é dobrar a capacidade de oferta de vagas e de qualidade no ensino superior, quando também ressaltou que para atingir tal objetivo, o desafio é promover parcerias eficazes entre as instâncias do setor público e do não público.  
   Para o professor Valter Gomes a Audiência Pública é um marco na história do Uniaraxá, pois eventos como este provocam reflexões positivas sobre a importância da instituição para Araxá e região. O reitor ressaltou também que além da oferta de cursos universitários o Uniaraxá tem uma grande penetração na comunidade como um todo, seja através dos projetos sociais, da oferta de empregos e dos projetos de pesquisas que realiza. Atualmente o Uniaraxá oferece 14 cursos distribuídos em três institutos e recebe atualmente cerca de 2.400 alunos oriundos em sua grande maioria de 20 cidades circunvizinhas. A partir do segundo semestre deste ano, a instituição passará a oferecer o curso de Engenharia Civil.
   Durante a audiência o presidente da Fundação Cultural de Araxá (FCA) que é mantenedora do Uniaraxá, Wagner de Freitas revelou os resultados obtidos nos últimos três anos, destacando o fato de que em 2009 a FCA estava com saldo negativo na ordem de 800 mil reais e que em 2011, o balanço foi fechado com saldo positivo de 120 mil reais. Embora admita que este saldo ainda seja modesto, Freitas mostrou os resultados alcançados afirmando que tem motivos para comemorar, afirmando que “todas as contas estão em dia, liquidamos todos os empréstimos bancários e planejamos o final do ano que é sempre complicado em todas as instituições de ensino e estamos retomando os investimentos”.
   A professora de História, Maria Celeste Moura Andrade representou o corpo docente da instituição e emocionou a todos quando em uma fala breve declarou lealdade e dedicação ao Uniaraxá. O estudante de direito, Marcelo Luis Alves, presidente do Diretório Central dos Estudantes do Uniaraxá, falou sobre a criação e reestruturação dos Diretórios Acadêmicos (DA’s), da instalação da papelaria da entidade que dispõe de serviços de fotocopiadora e da parceria que o DCE está firmando com a editora Saraiva, cujo objetivo é instalar dentro do campus uma livraria universitária.
   O público também teve a oportunidade de se manifestar durante a audiência, quando nove pessoas fizeram uso da palavra, entre elas vereadores, presidentes de associações de bairros e estudantes, como por exemplo, a aluna do Uni Sênior, Erundina Aparecida de Barros, que emocionada demonstrou em seu depoimento que nunca é tarde para realizar sonhos.
   Antes de encerrar a audiência o deputado Bosco orientou o reitor Valter Gomes a elaborar três projetos, cada um deles contendo, em ordem de prioridades, uma das três principais reivindicações do Uniaraxá neste momento, que são: a reforma da portaria do campus, as melhorias na biblioteca e a construção de um anfiteatro com capacidade para abrigar públicos maiores.

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia