Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Poda de árvores gera reclamações
29/11/2022, às 08:54:56
arvore2

A poda drástica e fora de época dos Oitis da rua Dom José Gaspar nos quarteirões centrais gerou reclamação, embora tenha si feita a pedido da população. A chefe da Divisão de Meio Ambiente do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), bióloga Roberta Neves Reis de Menezes, e a engenheira ambiental Lorena Michelli Neves de Carvalho informam sobre o ocorrido e as providências adotadas.

De acordo com elas, a espécie Oiti de médio a grande porte pode atingir de 6m a 15m de altura e por possuir frondosa copa que proporciona sombra é muito utilizada na arborização urbana no país. Elas acrescentam que também é uma árvore resistente, principalmente na época de estiagem, sendo pouco exigente na manutenção. As árvores podadas por serem antigas são de grande porte e atingiam telhados e a fiação elétrica provocando danos, além de escurecerem a rua prejudicando a segurança dos moradores e pedestres e dificultando a visibilidade dos motoristas no trânsito. Por isso, o IPDSA vinha recebendo vários pedidos de poda de moradores e comerciantes desde outubro do ano passado. O serviço também foi solicitado em requerimento ao IPDSA pela vereadora Leni Nobre e aprovado pelo plenário da Câmara Municipal.



“A arborização nas calçadas é de grande importância, pois além de trazer sombra, ameniza as temperaturas, auxilia na purificação do ar, serve de abrigo para pássaros. Porém, as árvores devem estar em harmonia com as construções, moradores e pedestres”, avaliam. Em decorrência dos pedidos, elas informam que as árvores foram analisadas por técnicos do IPDSA que autorizaram a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos para realizar o serviço. “Tendo em vista a proximidade das festas natalinas, o comércio ficará aberto até mais tarde, moradores e comerciantes voltaram a solicitar a poda que até então não havia sido realizada, acentuando assim os problemas”, informam. “Reiteramos junto à Secretaria de Serviços Urbanos o pedido dos moradores, comerciantes e pedestres que passam pela calçada daquela via e a poda foi realizada na última semana”, completam.

As técnicas constatam que parte das árvores foi podada adequadamente respeitando o limite de até 70% da copa, porém outra não. “Nos casos em que a poda não respeitou esse percentual, vamos analisar e acompanhar o desenvolvimento de cada indivíduo arbóreo. Informamos ainda que consta em nosso planejamento 2023, o treinamento para os servidores da Secretaria de Serviços Urbanos que realizam a atividade de podas no município para que haja harmonia entre moradores, construções e indivíduos arbóreos”, pontuam.


emprol
cbmm_1


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia