Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_1
prefeitura_araxa
Criminosos são presos por explosão de caixa eletrônico
20/04/2012, às 08:52:37

   A Polícia Militar (PM) de Perdizes prendeu dois autores de explosão a caixa eletrônico na cidade. Na quinta-feira, 19, por volta da 1h, os policiais ouviram um barulho muito alto oriundo do Centro de Perdizes, similar ao de uma explosão.
    
   De imediato, os militares deslocaram-se até o local e constataram que quatro autores tinham arrombado um dos caixas eletrônicos da agência do Bradesco, mediante uso de explosivos, provavelmente com a utilização de algum tipo de artefato.
    
   No local, os militares foram informados por testemunhas que quatro indivíduos tinham quebrado a porta de acesso aos caixas eletrônicos do banco que foram explodidos, com o uso de um pedaço de ferro. Durante a ação dos autores, uma testemunha aproximou-se do banco para verificar o que havia acontecido, quando um dos autores efetuou um disparo de arma de fogo em sua direção. Porém, o tiro não atingiu a vítima e, em seguida, os autores fugiram do local em um veículo Toyota/Corolla, preto.
    
   Os militares de Perdizes através de algumas informações iniciaram uma operação de cerco e bloqueio em toda a região, com a finalidade de localizar e prender os autores. Os militares começaram a acompanhar o veículo dos autores pela BR 452 até o Km 215, onde não conseguiram mais visualizá-los. Os militares após perceberem que os autores tinham deixado a rodovia e evadido no sentido às margens da BR 452, retornaram e perceberam que eles abandonaram o veículo utilizado na fuga.
    
   O veículo estava escondido em meio a uma plantação de milho, às margens da BR 452, de onde os criminosos empreenderam fuga em matas das imediações. Os policiais constataram que o veículo abandonado pelos autores era produto de roubo ocorrido em Prata (MG), no último dia 14. Dentro do carro, foram deixados algumas roupas utilizadas pelos autores para esconderem os seus rostos, um artefato detonante de dinamite com uma espoleta detonadora e uma alavanca de metal.
     
   Diante da fuga, os militares intensificaram a operação de cerco bloqueio na região e, por volta das 6h30, abordaram um GM/Astra com placas de Uberlândia. O carro era conduzido pelo envolvido R.F.S.J., 37 anos, que durante a abordagem na conversa com os militares caiu em várias contradições sobre o motivo de estar naquele local. Os militares continuaram a conversar com o envolvido que resolveu falar a verdade, informando que estava no local para dar fuga a alguns colegas de Uberlândia e cidades circunvizinhas que tinham praticado a explosão de um caixa eletrônico em Perdizes.
    
   O envolvido ainda relatou aos militares que alguns dias atrás deu fuga para os mesmos autores depois da explosão de um caixa eletrônico em Veríssimo (MG). O Corolla que estava de posse dos autores era produto de roubo praticado em Veríssimo e o GM/Astra foi apreendido pelos militares.
     
   Então, os militares deram continuidade à operação no intuito de localizar e prender o restante da quadrilha. O envolvido que estava detido pelos militares recebeu a ligação de um dos integrantes da quadrilha no seu telefone celular, perguntando onde ele se encontrava e o porque ainda puderam fugir. Através de algumas informações obtidas na ligação efetuada por um dos membros da quadrilha, os militares conseguiram localizá-los próximos a um estabelecimento comercial, às margens da represa de Nova Ponte.
    
   O envolvido A.M.P., de 26 anos, ao perceber a presença dos militares tentou se esconder dentro de um latão de lixo, porém não obteve êxito. Havia um mandado de prisão aberto em desfavor do envolvido que recebeu voz de prisão em flagrante delito. Os envolvidos localizados e presos pelos militares relataram que participaram da explosão de caixas eletrônicos em Pedrinópolis (MG), Veríssimo (MG), Perdizes (MG), Monte Carmelo (MG) e Horonópolis (MG).
    
   A gerente da agência bancária Bradesco de Perdizes relatou que os autores após explodirem o caixa eletrônico levaram cerca de R$ 5 mil em dinheiro. Os militares no local ainda continuam com os rastreamentos para localizar e prender os autores. Na Delegacia de Polícia Civil de Perdizes, os envolvidos foram apresentados ao delegado para as devidas providências. Um grupo de policiais militares de missões especiais antibomba esteve no local e recolheu o material explosivo encontrado dentro do Corolla utilizado pelos autores da explosão do caixa eletrônico.
 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia