Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Mãe: histórias diferentes no desempenho do mesmo papel
11/05/2012, às 09:44:20

 

 

   Com a alegria de uma criança e a segurança de quem está emplacando quase um século de experiências vividas diariamente, Alcina de Castro Amaral recebeu a reportagem do Jornal Clarim para falar sobre maternidade. Ela não faz rodeios ao falar sobre os cinco filhos: “não programei nenhum, fiz tudo a rodo. Antigamente, não tinha nada para usar pra evitar filho”, comenta ela entre uma gargalhada e outra. Ao lembrar-se das alegrias que teve como mãe, a saudade quase toma conta da situação, “minha maior alegria era quando eu tinha os filhos, quando eles nasciam, era bonito”, diz com os olhos cheios de lágrimas. Para ela, ser mãe é a maior realização de uma mulher. “Acho que não tem muita coisa mais importante pra mulher fazer. Tive muito prazer com meus filhos e, a maior tristeza que tive na vida foi quando perdi um deles, o Rubens. Ele morreu aos 60 anos. Infarto fulminante. Essa é a maior tristeza para uma mãe”, afirma Alcina. Mais uma vez, as lágrimas saltam dos olhos, mas de forma firme, ela faz uma pausa dizendo: - “Deixa eu, parar de chorar”.

   Depois de resgatar a alegria, ela conta que dos cinco filhos vieram 12 netos que até o momento lhe trouxeram 12 bisnetos que enfeitam a casa com as fotos nos porta retratos. Ela adora dançar e cantar. Ao comentar que a música faz parte da sua vida, Alcina canta: “E se a casa cair, deixa que caia, hoje eu vou amanhecer na gandaia”. Uma das suas atividades favoritas é falar com os locutores das emissoras de rádio de Araxá. “Gosto demais da turma toda. Tenho um carinho especial pelo Xauí, Alex Ribeiro e Silmar Borges”, comenta dona Alcina, acrescentando que se sente “mãezona” de todos eles.

Mães especiais
   “Só tem filhos especiais, quem também é especial”, é com esta afirmação que Aline Aparecida Coelho, mãe de Marco Paulo Coelho Santana, revela a importância da maternidade em sua vida. Em consequência de problemas enfrentados no último mês de gravidez e na hora do parto, Marco Paulo hoje com cinco anos nasceu com microcefalia e precisa de cuidados especiais. Basicamente, duas características de Marco o diferenciam de outras crianças: o ritmo de aprendizagem de uma maneira geral e a agitação.

Mães corporativas
   Eva Gomes Assis Pereira é engenheira de projetos e Carina Araújo é analista de comunicação. Ambas trabalham na Vale Fertilizantes e em razão dos seus compromissos profissionais passam a maior parte do dia fora de casa e estão sempre viajando. Eva tem três filhas, com 21, 19 e 15 anos respectivamente. Carina tem um filho de três anos. Tanto Eva quanto Carina, encontram no exercício profissional e na maternidade as suas maiores fontes de realização pessoal.

Importância
   A parapsicóloga Vivian Borges destaca que a mãe sempre teve papel de suma importância na existência de uma pessoa. “Podemos dizer que a estrutura de personalidade de uma pessoa inicia-se na vida-intrauterina, pois o bebê recebe as informações de tudo o que a mãe pensa, sente ou imagina. Portanto, a mãe que vive uma vida organizada, equilibrada e constrói um bom relacionamento afetivo, é certeza de já estar construindo um ser humano melhor e mais feliz”, afirma.


 

 

 

 

 

> MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL CLARIM

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia