Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Fórum Comunitário debate estacionamento rotativo
05/06/2012, às 12:53:35

 

   Atendendo ao pedido da gerência administrativa do estacionamento rotativo de Araxá, o vereador José Maria Lemos Júnior (DEM) solicitou o tema do Fórum Comunitário desta segunda-feira, 4, realizado pela Câmara Municipal. O Fórum foi realizado a partir das 14h e contou com a participação do gerente do estacionamento, Fernando Parolini; da assessora de Trânsito e Transportes da Prefeitura Municipal, Viviane Antunes Gomes; do presidente da Comissão do Estacionamento Rotativo, Antônio Nogueira; do representante da diretoria da Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (FADA), Onofre de Assis, dos policiais militares, tenentes Anderson Pinho e Robson Almeida e dos vereadores Márcio de Paula (PR), Marco Antonio Rios (PSDB), José Maria Lemos Júnior (DEM), Lídia Jordão (PP) e do presidente da casa, Carlos Roberto Rosa (PP).

   Com o objetivo de informar à comunidade a atual situação do estacionamento rotativo da cidade, o gerente do serviço, Fernando Parolini, apresentou dados por meio de apresentação de slides, explicando que o aumento promovido no final do ano passado se deve ao alto custo de processamento deste talão, envolvendo custo de mão de obra e procedimentos de cobrança, além da inadimplência muito alta, em torno de 40%. O novo valor entrou em vigor em novembro do ano passado, quando o talão amarelo do estacionamento rotativo, recebido pelo motorista quando estaciona em desacordo com as regras do Código de Trânsito Brasileiro, passou de R$ 1,00 para R$ 5,00 e desde então vem provocando polêmica.

   Durante a realização do Fórum, Fernando Parolini prestou contas da utilização dos recursos pela FADA e também explicou as dificuldades que a gestão do estacionamento enfrenta. Segundo ele, algumas situações agregam pontos negativos ao serviço, tais como as reclamações dos motoristas, a penalização de alguns condutores que extrapolam o tempo de uma hora de permissão de ocupação das vagas em vias públicas e a repercussão negativa deste aumento na comunidade em geral. Parolini destaca também, que houve queda no faturamento do serviço, em virtude de consequências provocadas pelas obras no centro da cidade, tais como entre os meses de março e abril, quando a arrecadação caiu R$ 10.000. “A gente sabe que isso é momentâneo e que tudo vai voltar ao normal quando o trânsito for regularizado”.

   Ao final, o gerente avaliou como positivos os resultados deste Fórum Comunitário, pois o objetivo era justamente esse, “trazer essa realidade à tona, informar a população que não existe um conforto financeiro na questão do estacionamento rotativo de Araxá”, afirma Parolini.  O vereador José Maria Lemos Júnior, também avalia como positivo o resultado desse fórum. Segundo ele, este foi um momento que a FADA e a Comissão do Estacionamento Rotativo tiveram de “estar aqui na casa do povo, prestando esclarecimentos. Porque que aumentou essa taxa, porque aumentou o local onde se tem estacionamento rotativo e também por outro lado, os prejuízos que eles tiveram em função das obras do centro da cidade”, avalia o vereador.

 



Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia