Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_1
prefeitura_araxa
MbAC se prepara para instalação de planta piloto em Araxá
10/07/2012, às 17:56:18

   Os resultados de uma estimativa independente encomendada pela MbAC Fertilizantes confirmaram a existência de altos teores de terras raras, nióbio e fosfatos em Araxá, situado no Alto Paranaíba, em Minas Gerais. A empresa que tem a propriedade total do Projeto Araxá na área de 214 hectares que está dentro do município, agora se prepara para instalar uma planta piloto no local.

   “Os resultados confirmaram nossas expectativas de que a jazida de Araxá tem uma base significativa de recursos de óxidos de terras raras com altos teores, quando comparada a outros depósitos no mundo", comemora o CEO e vice chairman da MbAC Fertilizantes, Antenor Silva.

   Os óxidos de terras raras compreendem um grupo de 17 elementos químicos, utilizados principalmente em aplicações de alta tecnologia. O mercado é atualmente controlado pela China, responsável por mais de 90% do fornecimento mundial. A recente restrição chinesa de exportação desses minerais de alto valor agregado agora pode gerar novas oportunidades de negócio para o Brasil.

   A estimativa independente no Projeto Araxá que combinou recursos já medidos e indicados, mostrou a existência no local de 6,34 milhões de toneladas de minérios, com 5,01% de óxidos totais de terras raras, 8,40% de P2O5, matéria-prima para fertilizantes, e 1,02% de Nb2O5, o óxido de nióbio.

   Os recursos inferidos são de 21,94 milhões de toneladas, com 3,99% de óxidos de terras raras totais, 7,86% de P2O5 e 0,64% de Nb2O5. Os óxidos pesados de terras raras (HREO), somados ao óxido de ítrio (Y2O3), representam 2,48% dos óxidos de terras raras totais. O resultado completo da estimativa será registrado dentro do prazo legal de 45 dias.

   De acordo com Antenor Silva, os testes de laboratório realizados até o momento indicam ser possível obter índices de recuperação de 85%, em média, para os óxidos pesados de terras raras. “A MbAC Fertilizantes planeja preparar uma avaliação econômica preliminar para o projeto, que deve ser entregue no terceiro trimestre deste ano, e construir uma planta piloto no local para confirmar nossas estimativas de laboratório e a alta pureza do concentrado de óxidos de terras raras", afirma. "Estamos muito entusiasmados com esses resultados e continuamos a discutir acordos com terceiros", completa.

Disponibilização de área em Araxá
   Como parte da Cidade Internacional da Inovação e Tecnologia de Araxá (CIAT), o prefeito Jeová Moreira da Costa anunciou a disponibilização de uma área de 110 hectares à empresa, durante a coletiva de imprensa realizada em 11 de junho passado. A propriedade está localizada no Km 677 da BR-262 e poderá ser utilizada caso o projeto de terras raras e outros minerais seja considerado viável. “Além da exploração das terras raras, há a possibilidade de termos toda a cadeia de produção ocorrendo em Araxá, o que resultará na geração de emprego e renda e, consequentemente, no desenvolvimento socioeconômico da população", ressaltou o prefeito Jeová Moreira da Costa.

Sobre a MbAC Fertilizantes
   A MbAC Fertilizantes tem como objetivo tornar-se uma importante produtora integrada de fertilizantes fosfatados e potássicos nos mercados brasileiros e latino-americanos. A companhia possui uma equipe experiente com sólida trajetória profissional nas áreas de operações para negócios de fertilizantes, gestão, marketing e finanças no Brasil e no exterior.
   Em outubro de 2008, adquiriu a Itafós, a qual consiste em uma mina de fosfato, planta e uma unidade de britagem e sua respectiva estrutura, localizadas na região central do Brasil. O portfólio de exploração inclui ainda projetos de fosfato e potássio, além da recente descoberta de óxidos de terras raras também em território brasileiro. A empresa continua a buscar oportunidades no Brasil e outros mercados da América Latina, onde a forte base agrícola e as oportunidades únicas podem possibilitar o crescimento no curto prazo. Mais informações podem ser obtidas no site www.mbacfert.com.

   Fonte: Assessoria de Imprensa da MbAC Fetilizantes - Roseli Rodrigues / Marcelo Lins / Amanda Oliveira

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia