Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Recanto do Idoso - Solidariedade e compromisso com a terceira idade
02/08/2012, às 09:13:31

 

   Em artigo publicado no portal Terceira Idade, a aposentada e colunista gaucha, Maria Terezinha Santellano, informa que em pouco mais de 70 anos o número de idosos registrado no Brasil cresceu mais de dez vezes, “passando de 1,7 milhão para 18,5 milhões”. A previsão é que em 2025 esse número esteja na casa dos 64 milhões de pessoas. Em 2050, estima-se que um em cada três brasileiros seja idoso. A sociedade e o governo devem estar preparados para essa nova realidade.  Esses dados não surpreendem mais, no entanto, invocam um questionamento: como é que a sociedade e o governo estão se preparando para lidar com essa realidade?
    
   No Recanto do Idoso São Vicente de Paulo, em Araxá, é possível vislumbrar algumas respostas. Criado há 70 anos, o recanto tem sede própria e desenvolve suas atividades atualmente por meio de parcerias com o poder público, que contribui com a manutenção de profissionais de saúde; de contribuições em dinheiro de pessoas físicas e jurídicas feitas através do telemarketing; de doações espontâneas que são feitas esporadicamente e de eventuais campanhas de sensibilização da comunidade.
    
   “As doações custeiam boa parte do que o recanto precisa. A maioria dos residentes conseguiu se aposentar e nós contamos também com estas aposentadorias”, explica a coordenadora da instituição, Larissa Gonçalves Vieira. De acordo com ela, os maiores gastos são efetivados com os 43 funcionários que, juntamente com seis profissionais cedidos pela prefeitura e mais nove voluntários, cuidam dos 54 residentes da casa.
    
   A instituição dispõe de sede própria, cujas instalações são amplas e compostas por cômodos grandes, com alas masculina e feminina, área de lazer, capela de orações e jardim. No local, há também uma farmácia que ainda precisa da liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Principalmente na compra de medicamentos, nós não podemos comprar direto da indústria, porque a gente ainda não atende todos os critérios da Anvisa. E pra gente atender todos, fica muito caro”, explica Larissa.
    
   Segundo ela, outra demanda trabalhosa refere-se à aquisição de fraldas descartáveis. Apenas com os 26 pacientes instalados na enfermaria são gastas 2,4 mil fraldas por mês, ou seja, 300 pacotes com oito unidades cada. “Trocamos fralda quatro vezes por dia, nem todos estão internados. Alguns estão acamados, outros são cadeirantes, outros ainda andam, só que são aqueles que têm doenças mais agudas, que precisam de um acompanhamento mais de perto”, esclarece. Como o pacote de fraldas custa em média de R$ 14 a R$ 15 cada, uma campanha realizada no ano passado em parceria com as emissoras de rádio beneficiou muito a instituição. “Trouxe ótimo retorno e até hoje a gente arrecada fralda dessa campanha. Vira e mexe, chega pacote de fralda”, informa a coordenadora.


> DETALHES NA EDIÇÃO IMPRESSA DO CLARIM QUE CIRCULA AMANHÃ

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia