Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
A rodada do Amadorão
01/10/2012, às 08:32:43

 

Gef vence Guarani de virada e se classifica as semi-finais
   Uma partida muito movimentada no Campo do Santa e cheia de alternativas. Foi assim que no ritmo das duas torcidas fazendo festa nas arquibancadas, que Gef e Guarani travaram um duelo em busca da luta pela vaga nas semi-finais. O Guarani precisava vencer para se manter vivo na disputa, mas foi o Gef que levou os 3 pontos e a vaga antecipada. A vitória veio no final com mais um gol do artilheiro absoluto da competição: Arthur.

   O Guarani mostrou que a grande campanha na primeira fase não veio por acaso e equilibrou a partida durante todo o jogo. E no equilíbrio total do primeiro tempo as chances mais claras aconteceram no final quando aos 39 min. Alex aproveitou o rebote de Robert para fintar o goleiro e bater forte pro gol, mas Timim atento a jogada salvou em cima da linha evitando o gol. Aos 43 min. Bruno Cesar cobra escanteio, a bola resvala na zaga e engana o goleiro entrando no gol: 1 x 0 Gef. O gol foi marcado para Bruno Cesar.

   Na segunda etapa o Guarani voltou mais ligado do que o Gef e partiu pro abafa em busca do resultado que lhe manteria vivo na disputa. Aos 3 min. Amaral derruba Robinho na área: pênalti. Na cobrança, aos 4 min., Ezequiel pega forte na bola e empata: 1 x 1. No embalo de sua torcida o Guarani buscou a virada. Aos 12 min. Robinho partiu em velocidade no contra-ataque, invadiu a área e o zagueiro Douglas cortou a escanteio. Na cobrança, aos 13 min., Ezequiel encontrou Joãosinho na área que subiu mais alto do que a defesa e cabeceou forte para virar o marcador: 2 x 1 Guarani. A festa durou pouco, pois aos 16 min. Fernando Henrique dominou de fora da área e acertou um balaço para empatar: 2 x 2. A partir daí a partida voltou a ficar equilibrada. O Gef poderia ter virado o marcador aos 36 min. Malaia recebeu dentro da área, de frente pro gol, mas acabou batendo pra cima. A vitória veio aos 42 min. com Arthur cobrando falta com perfeição por sobre a barreira e fazendo a virada: 3 x 2 Gef. O Guarani ainda teve o jogador Júnior expulso pelo 2º amarelo após reclamações pela marcação de uma falta. Ao final o resultado garantiu a classificação do Gef de forma antecipada. Na próxima rodada o Gef enfrenta o Inter buscando se manter na liderança. Já o Guarani, eliminado, entra em campo contra o Vila Nova que ainda sonha com uma vaga.

   O Guarani jogou com Xaneco, Junior (Expulso), Joãosinho, Catiano, Eduardinho, Carlinhos (André), Alexandre, Ezequiel (João Paulo), Roberto, Preto (Tiãosinho) e Alex. Treinador: Clebinho.

   O Gef se classificou com: Robert, Rene (Rafael Bundinha), Dudu, Douglas, Amaral, Timim, Fernando Henrique, Bruno Cesar (Eré), Belchorzinho, Malaia e Arthur. Treinador: Claudio Macedo.

   O árbitro do jogo foi Darlan Arnaldo auxiliado por Ronaldo Vicente e Romeu Sebastião. A representante da LAD foi a Tatiana do Carmo.


Inter desperdiça a chance de se classificar antecipadamente
   Depois de vencer o Guarani na estréia, o Internacional tentava a segunda vitória para definir a classificação as semi-finais. Mas não conseguiu vencer a defesa tricolor e a partida disputada no Honorizio Pereira Veloso terminou empatada em 0 x 0.

   Na próxima rodada o Internacional entra em campo contra o Gef buscando pelo menos empatar para se garantir nas semi-finais. Em caso de derrota irá depender do resultado do Vila frente ao Guarani. O Vila Nova somente a vitória frente ao Guarani interessa e torcer pela derrota do Inter.

   O Vila Nova jogou com: Ricardo, Richard (Jabá), Bruno, Dudu (Matheus), Thiago Piriá (Vitor Hugo), Eder, Vinicius, Matheus Ibiá, Ronaldo (Nicolas), Véio e Carlos. Treinador: Nélio Reis.

   O Internacional entrou em campo com: Derson, Marreco, Fred Bundinha, Jonathan, Cristiano, Jean, Vitinho, Robson e Cleone, Douglas (João Copasa) e Flávio (Paulo Tata). Treinador: Ademir.

   O árbitro do jogo foi Wesley Elias auxiliado por Pedro Caetano e Washington Humberto.


Dínamo vence novamente com gols de Victor e Anderson
   Assim como aconteceu na rodada passada os primos Victor e Anderson marcaram os gols que garantiram mais uma vitória a equipe do treinador Fernando Bobobó. Com este placar de 2 x 0 sobre o Ipiranga no Paraisão, o Dínamo ficou a um empate de voltar a disputar as semi-finais do amadorão.

   O Ipiranga enfrentou um problema que aflige boa parte das equipes amadoras: falta de jogadores. Faltando 10 minutos para o inicio da partida apenas 9 atletas estavam a disposição do treinador Cristiano Macaquinho. Os 11 foram completados instantes antes do inicio da partida. O entrosamento dos ex-jogadores do Vila foi fundamenta na vitória. No primeiro gol o zagueiro Anderson cruzou para Victor marcar: 1 x 0 Dínamo. No segundo gol Liniker cobrou falta e Anderson aproveitou para marcar 2 x 0 Dínamo. Na próxima rodada o Dínamo irá enfrentar o Grei precisando apenas de um empate para se classificar. Já o Ipiranga encerra a sua participação no amadorão frente ao Tigrão. Apesar da desclassificação a diretoria do Ipiranga avalia como positiva a participação da equipe na temporada. Afinal, segundo Clayton, a expectativa deste ano era se manter na elite e a equipe foi além figurando também na segunda fase.

   O Dínamo jogou com: Ediney, Dunguinha (Kanidya), Anderson, Dedé, Kelvin (Valtinho), Dalmer, Zé Mário, Caio Xaropinho (Vertinho), Lineker, Victor (Leo Caixeta) e Pelé (Wanderson). Treinador: Fernando Bobobó.

   O Ipiranga entrou em campo com: Rony, Marcinho, Carlão, Juninho, Everton Negão, Renailton, Wilton Gaêga (Peterson), Diego Silvério, Kinkas, Bruno (Thiago Souza) e Aloanos. Treinador: Cristiano Macaquinho.

   O árbitro da partida foi Edilson José auxiliado por José Maria e Valter José. A representante da LAD foi Eliane.


Tigrão derruba o último invicto do Amadorão
   Com um gol no comecinho da partida do capitão Cafu, o Tigrão vence e derruba a invencibilidade do Grei e vai para a última rodada com grandes chances de classificação. Agora o Tigrão enfrenta na última rodada o Ipiranga que já esta eliminado. A equipe precisa vencer e dependendo do resultado de Grei e Dínamo poderá ficar com a vaga de qualquer um dos outros dois adversários. A opção mais fácil (pela matemática) seria a derrota ou empate do Grei com a vitória do Tigrão. A diferença no saldo do Tigrão para o Dínamo é de 5 gols e do Grei é de 4 gols. O Grei entrará em campo precisando vencer para se classificar. A vitória simples por um gol de diferença dará a vaga ao Grei.
   
   O Tigrão jogou com: Arlem, Vaninho, Igor Goiaba, Raul, Douglas, Cafu, Allan, Marcos (Augusto Todda), Filhão (Gordim), Caio (Wilton Sargento) e Matheus Motta (Gilson). Treinador: Edivaldo Pelanca.

   O Grei perdeu sua invencibilidade com: Fabinho, Lucas Manga, Rafael Carezatto (Miquimba), Cassiano, Rafael Lemos, Hermano (Vagner Love), Everton Princesa (Marcelinho Paraná), Monstrinho (Wigor Gaega), Netinho (Ostinho Careca), Bebeto e Fabrício Caceba. Treinador: Wellington Bem Bão.

   O árbitro do jogo foi Nivaldo de Souza auxiliado por Mauro Viriato e Anésio Rubens. A representante da LAD foi a Abigail.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia