Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm (1)
banner_pma
67,74% dos 70.597 eleitores de Araxá têm entre 25 e 59 anos
05/10/2012, às 08:51:21

 

  As eleições municipais 2012 acontecem em primeiro turno no próximo domingo, 7, das 8h às 17h, para a escolha dos ocupantes dos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador na gestão 2013/2016. A 17ª Zona Eleitoral de Minas Gerais é responsável pelo processo de escolha em Araxá que tem um total de 70.597 eleitores e em Tapira com 4.270, que vão eleger 15 e 9 vereadores, respectivamente. Em Araxá, estão na disputa quatro candidatos a prefeito, quatro a vice-prefeito e 170 a vereador, o que estabelece 11,333 candidatos por vaga na Câmara Municipal. Do eleitorado total de Araxá, são 36.561 mulheres, 34.014 homens e 22 eleitores constam com o sexo não informado, sendo que a grande maioria (67,74%) tem entre 25 e 59 anos.

   Pela ordem de votação na urna eletrônica, o eleitor escolhe primeiro o candidato a vereador e, em seguida, a prefeito. O tempo médio de votação por eleitor está calculado em 40 segundos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a partir do momento em que se dirige à urna até o instante em que confirma o voto no segundo cargo (prefeito). Em Minas Gerais, são 853 vagas para prefeito e vice e estarão em disputa 8.440 cadeiras para vereador, um aumento de 569 vagas (7,2%) em relação às eleições municipais de 2008, cujo total foi de 7.871 cadeiras. Sete municípios mineiros com mais de 200 mil eleitores podem ter um segundo turno de votação no dia 28 de outubro, caso nenhum dos candidatos a prefeito obtenha maioria dos votos válidos no primeiro turno: Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Betim, Montes Claros e Uberaba.

   Desde esta terça-feira, 2, a 5 dias das eleições e até 48 horas depois do seu encerramento nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto. Também foi o último dia para os partidos políticos e coligações indicarem aos juízos eleitorais representantes para o comitê interpartidário de fiscalização. Desde esta quinta-feira, 4, a três dias das eleições, o juízo eleitoral ou o presidente da mesa receptora pode expedir salvo-conduto em favor de eleitor que sofrer violência moral ou física na sua liberdade de votar. Também foi o último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão e para a propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa. Nesta quinta-feira, 4, também venceu o prazo para o juízo eleitoral remeter ao presidente da mesa receptora o material destinado à votação e os partidos políticos e coligações indicarem o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados que estarão habilitados a fiscalizar os trabalhos de votação durante o pleito eleitoral.

   Esta sexta-feira, 5, é o último dia para a divulgação paga na imprensa escrita e a reprodução na Internet do jornal impresso de propaganda eleitoral. Amanhã, 6, é o último dia para a entrega da segunda via do título eleitoral, assim como para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos. Também é o último dia para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornar disponível em sua página da Internet a tabela de correspondências esperadas entre urna e seção. E a data em que, após as 12h, será realizada a oficialização do Sistema de Gerenciamento dos Tribunais e Zonas Eleitorais.

O dia das eleições
   Neste domingo, 7, acontece a votação dos candidatos a prefeito, vice e vereador. Às 7h, acontece a instalação da seção eleitoral e, às 7h30, caso seja constatado o não comparecimento do presidente da mesa receptora, assumirá a presidência o primeiro mesário e, na sua falta ou impedimento, o segundo mesário, um dos secretários ou o suplente.  O membro da mesa receptora que assumir a presidência pode nomear ad hoc, dentre os eleitores presentes, os que forem necessários para completar a mesa. A votação deve ser iniciada às 8h em todas as seções eleitorais, sendo que às 12h acontece a oficialização do Sistema Transportador e, às 15h, vence o horário para a atualização da tabela de correspondência. O encerramento da votação é às 17h, seguido da emissão dos boletins de urna e início da apuração e da totalização dos resultados que em Araxá acontece no espaço do Expominas.

   Os estabelecimentos comerciais que funcionarem neste domingo, 7, deverão proporcionar as condições para que seus funcionários possam exercer o direito/dever do voto. No dia da votação, é permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, mas está vedada até o término da votação a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bem como bandeiras, broches, dísticos e adesivos que caracterizem manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. No recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras, é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato. E no recinto da cabina de votação é vedado ao eleitor portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto, devendo ficar retidos na mesa receptora enquanto o eleitor estiver votando.

   Também é vedado aos fiscais partidários, nos trabalhos de votação, o uso de vestuário padronizado, sendo-lhes permitido tão só o uso de crachás com o nome e a sigla do partido político ou coligação. Deve ser afixada na parte interna e externa das seções eleitorais e, em local visível, cópia do inteiro teor do disposto no art. 39-A da Lei nº 9.504/1997 (Lei nº 9.504/1997, art. 39-A, § 4º). No domingo, 7, é vedada qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. É permitida a divulgação, a qualquer momento, de pesquisas realizadas em data anterior à realização das eleições e, a partir das 17h do horário local, a divulgação de pesquisas feitas no dia da eleição. É o último dia para candidatos e comitês financeiros arrecadarem recursos e contraírem obrigações, ressalvada a hipótese de arrecadação com o fim exclusivo de quitação de despesas já contraídas e não pagas até esta data.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia