Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
banner_pma]  
EDITORIAL - O passado se fez presente
05/11/2012, às 08:55:57

Embora seja a homenagem mais recente criada pela Câmara Municipal, é a mais significativa do ponto de vista de valorização do próprio Poder Legislativo. A segunda edição da outorga da Medalha Mariano Joaquim de Ávila aconteceu nesta semana revestida não só da emoção do reconhecimento, como também do exemplo de como uma Câmara Municipal pode ser atuante quando o conjunto lhe dá a devida importância.

A brilhante iniciativa do presidente Carlos Roberto Rosa abarcada pelos demais vereadores desta gestão, propõe que cada ocupante de uma cadeira da atual gestão indique um ex-vereador para que receba a homenagem que é anual. O que realmente difere essa de tantas outras homenagens, é que não se constitui apenas numa solenidade festiva de entrega da medalha. O ritual de outorga permite que cada um dos homenageados volte a ocupar uma cadeira na Casa mesmo que momentaneamente, durante a realização de uma reunião ordinária.

Dessa forma, na última terça-feira, 30, cada um dos dez homenageados pôde ocupar a tribuna da Casa não só para agradecer o reconhecimento, como também para discursar sobre o tema que considera pertinente e apresentar requerimentos ou projetos de lei que sejam de competência do Poder Legislativo. Nesse exercício, os ex-vereadores deram muitas lições aos presentes e, a mais importante delas, é que independentemente de não ocuparem mais o cargo eletivo e, a maioria parece nem ter a pretensão de se candidatar de novo, continuam contribuindo como cidadãos de Araxá. Pois demonstraram através de suas proposições que conhecem e participam coletivamente do dia a dia da cidade, souberam apontar importantes questões que merecem respostas no sentido de serem transformadas em resultados, mesmo tendo apenas alguns minutos no exercício da função legislativa.

Então, reivindicações e propostas que, às vezes, nem seriam levantadas pela atual Câmara Municipal, ganharam grande dimensão que as impulsionam para se tornar efetivas em prol da comunidade. A chance de serem atendidas são ainda maiores, porque o chefe do Poder Executivo estava presente na reunião solene. O prefeito Jeová Moreira da Costa também deu bons exemplos na inspirada tarde, não só pela presença em si, como por sua expressão de consideração aos atuais e ex-vereadores indistintamente, dando-lhes a devida importância, como ainda pela sua sensibilidade diante dos discursos que ouviu na busca de soluções para problemas que afligem a comunidade. Ele também conclamou todos para uma postura de união política pelas causas da cidade, informando que o seu grande foco na próxima gestão é a implantação da Cidade Tecnológica, também chamada de Cidade do Conhecimento. Ele soube se manifestar, ouvir e retribuir os chamamentos recebidos com a humildade que cabe a um vencedor.

Nesse clima cordial e profícuo, foi possível levantar importantes necessidades de Araxá, como as construções de um centro de tratamento para a recuperação e reabilitação dos dependentes químicos e de um abrigo para os idosos que precisam envelhecer com dignidade deixando de lado a situação de abandono. O prefeito também ouviu sobre a necessidade de Araxá ter um arquivo público adequado, de aparelhar melhor o Pronto Atendimento Municipal, assim como de mudar o horário da viagem dos pacientes que vão sacrificados para Barretos. Os ex-vereadores levantaram ainda a necessidade de reforma dos campos de futebol da cidade e melhor utilização deles pelos jovens, assim como de conclusão da ponte que liga os bairros João Bosco Teixeira e Urciano Lemos. Assuntos diversos e pertinentes, que demonstram como os ex integrantes do Poder Legislativo continuam exercendo a cidadania e sabem se postar na liderança.

Na significativa solenidade, houve ainda atitudes de desprendimento político, seja nas palavras que homenagearam ex-prefeitos independentemente de serem de quem estava na situação ou oposição na Casa. Ou no reconhecimento ao trabalho da imprensa, que por vezes não representa o que quer ou considera legítimo o vereador, ou que até fere os seus interesses partidários e eletivos, ou que simplesmente pode errar como qualquer ser humano, mas acima de tudo, conta com a educação, o respeito e o reconhecimento daqueles que visam o bem da comunidade, independentemente de qual lado estejam o jornalista e o vereador. E o tom da esperança pairou naqueles que se reelegeram ou foram eleitos vereador pela primeira vez e estavam ali participando da especial ocasião, se inspirando positivamente para o exercício do cargo na próxima gestão. Como disse a ex-vereadora Rosa Vilaça em mensagem aos homenageados, foi uma “surpreendente volta ao passado guiada pelo olhar contemporâneo”.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia