Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Capal oferece novos benefícios para armazenagem do café safra 2011/2012
09/06/2011, às 07:06:22

 

 

   A armazenagem e a comercialização do café é a maior preocupação do setor cafeeiro na safra 2011/2012. A colheita já teve início nas grandes regiões produtoras do país e com o bom momento do mercado nacional e internacional, o produtor ainda tem várias dúvidas para a escolha do local de estocagem do produto e a hora de comercializá-lo. Com o objetivo de proporcionar uma maior lucratividade da safra, a Cooperativa Agropecuária de Araxá Ltda (Capal) investiu em atendimento e qualificação profissional e este ano oferece vários benefícios para os cooperados que estocarem sua produção nos armazéns da cooperativa.
   A Capal está com diferenciais extremamente decisivos para o produtor de café viabilizar uma maior lucratividade da produção nesta safra 2011/2012. Segurança e confiabilidade na estocagem do seu produto, assistência técnica de qualidade, custos reduzidos e qualidade na armazenagem, incentivos financeiros, créditos em serviços, maquinários aptos para o rebenefício do café. Além disso, o armazém da Capal é o único da microrregião de Araxá credenciado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e na Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).
   O diretor da Capal responsável pelo setor de Café, Reinado Olini Rocha, diz que a cooperativa adotou uma política comercial competitiva para a safra 2011/2012. “Estamos com uma política de atrair um maior número de cooperados e também novos produtores para trabalharem em parceria com a cooperativa. Por isto, planejamos um trabalho diferenciado para a safra de café que começou a ser depositada na Capal este mês de junho, com custos de armazenagem atrativos para o produtor, além de outros benéficos como assistência técnica, incentivos financeiros e créditos em serviços”, destaca.
   Segundo ele, a confiabilidade e a segurança na armazenagem do produto é a primeira grande vantagem oferecida pela Capal. “A maior preocupação do produtor de café neste momento é quanto à armazenagem e a comercialização do produto. O preço do café e o momento do mercado nacional e internacional é muito bom, por isto, o produtor tem que fazer a escolha certa e armazenar seu produto em local de credibilidade, que garanta a qualidade do produto entregue e também ofereça outros benefícios que são essenciais para o setor cafeeiro. Dentro dessa visão, o nosso grande diferencial é a confiabilidade, a solidez da empresa e a segurança que oferecemos. Ao entregar a produção para a Capal, o produtor terá a certeza que seu produto está estocado em boas condições, que a qualidade estará garantida na cooperativa, pois não descaracterizamos o produto, a estocagem é individual”.

Demais benefícios
   Reinaldo conta que a cooperativa mantém a parceria com a Syngenta e continua a oferecer um pacote tecnológico para lavouras em troca de produtos. “Começamos o ano passado e tivemos uma boa aceitação do produtor, já que a parceria permite a permuta de insumos com sacas de café. Ou seja, o produtor tem doze meses para quitar sua dívida, uma espécie de financiamento. Os produtores que adquiriram o pacote tecnológico no ano passado estão pagando só este ano, uma negociação fácil, rápida, que atende à necessidade do cooperado. Também estamos em busca de outras parcerias para beneficiar o produtor ainda este ano. Acredito que em breve teremos algumas novidades em relação a parcerias para fornecer insumos e fertilizantes nessa modalidade de financiamento.”
   Além do financiamento na modalidade de permuta, a Capal manteve também a retenção de capital em 0,25%. “Em 2009, cobrávamos cerca de 1% de capital para amortizar o financiamento da construção do novo armazém. Já em 2010, fizemos a redução para 0,25% e tivemos condições de pagar o custo do financiamento, pois foi bastante expressivo o número de cooperados que estocaram e comercializaram através da cooperativa. Por isto, decidimos manter a taxa para atrair ainda mais o cooperado e também outros produtores que se interessarem em se associar à Capal”, afirma o diretor.
   Reinado acrescenta que uma outra grande novidade é que a partir dessa safra, o produtor que não só armazenar, mas também optar por comercializar seu produto através da Capal, terá um bônus especial. “Quem comercializar através da cooperativa, terá créditos em serviços prestados ou na armazenagem de 1,2% sobre o valor total comercializado individualmente. Por exemplo: se o produtor comercializar R$ 100 mil de café através da cooperativa, terá R$ 1,2 mil de crédito em serviços ou armazenagem. Enfim, a Capal está com linha de benefícios para a safra 2011/2012 extremamente interessantes para o produtor de café”, afirma.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia