Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
banner_pma]  
Representantes da CBMM falam sobre parcerias com a prefeitura
26/12/2012, às 08:55:09

 

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) foi parceira da Prefeitura de Araxá contribuindo com recursos para a desapropriação e demolição do antigo mercado municipal e também para a realização das obras de revitalização do Centro histórico. Na cerimônia de inauguração das obras, os representantes da companhia, o diretor Geral, Tadeu Carneiro, e o diretor Administrativo, Antônio Gilberto Ribeiro de Castro, descerraram as placas do teatro municipal e da av. Antônio Carlos junto com o governador Antonio Augusto Anastasia e o prefeito Jeová Moreira da Costa. Os diretores concederam entrevistas ao Clarim, quando reafirmaram o compromisso da CBMM com os investimentos que faz em prol da comunidade araxaense.

“É muito importante, um privilégio muito grande para a companhia dar continuidade a esse relacionamento duradouro que a gente tem com a comunidade de Araxá. Nós temos um orgulho muito grande da aceitação que a comunidade tem pelo nosso programa, nosso trabalho que representa Araxá e Minas Gerais no mundo inteiro. Com as riquezas de Araxá, criando emprego aqui e desenvolvendo tecnologia. Esse teatro é parte do programa de educação, cultural, de tecnologia, de relacionamento com a nossa comunidade”, afirma Tadeu. Segundo ele, não conhece nenhum exemplo de sucesso que não tenha anteriormente um grande esforço e investimento em educação e cultura. “A gente acredita muito nisso e é um privilégio participar”, diz.

Segundo ele, o programa de terras raras da CBMM está em andamento.  “O desenvolvimento desses produtos continua no passo que nós planejamos, não existem muitas novidades porque precisa de um tempo para amadurecer e consolidar o processo e os produtos que serão desenvolvidos. Mas estamos orgulhosos de ter atingido esse nível de desenvolvimento tecnológico nessa área que é muito importante”, explica Tadeu. Ele acrescenta que a companhia já tem dois produtos obtidos de terras raras, mas a comercialização não começou e inclusive existe uma série de autorizações de diferentes órgãos para que possa acontecer. “Mas é mais uma riqueza do minério que nós processamos”, destaca.

Tadeu afirma que a parceria entre a Prefeitura de Araxá e a CBMM se estabelece naturalmente. “Ao longo de todos esses anos, nós temos o privilégio e a sorte de termos tido prefeitos que sempre nos apoiaram e entenderam a importância de dar continuidade para o programa da CBMM, que vai além do mandato e dos interesses só da companhia. É um programa para a comunidade de Araxá. Nós ouvimos continuamente os anseios da comunidade e procuramos ajudar com programas que respondam por esses anseios. Então, existe uma série de iniciativas que estamos estudando agora para ver qual responde melhor aos anseios da comunidade”, afirma Tadeu.  

Gilberto diz que é muito importante para a CBMM ter participado de uma obra dessa magnitude para a comunidade de Araxá. “Com todas as críticas que nós recebemos e as ações que nós estamos respondendo por ter participado dessa obra. Mas tudo isso é irrelevante quando você vê uma obra deste tamanho em prol da comunidade de Araxá”, completa. Segundo ele, sempre vão existir as perspectivas de parcerias entre a CBMM e a prefeitura. “A CBMM é parceira da prefeitura, da comunidade e não vai mudar a política, vai ser dessa forma. As parcerias serão de acordo com as demandas da comunidade, principalmente dentro do 0800 que nós fizemos. Nós vamos fazer baseados naquilo que a comunidade quer que a CBMM faça”, explica.

Ele informa que o resultado do programa de participação da comunidade através do 0800 foi muito promissor. “Quase mil ligações e o grande pleito do povo de Araxá hoje no 0800 é que a CBMM invista em saúde para a comunidade. E nós estamos avaliando todas as possibilidades dentro daquilo que a cidade tem e pode fazer. Nós chegamos de Uberaba hoje, onde nós patrocinamos o aumento de uma ala do Hospital Hélio Angotti, justamente para que possam dar um atendimento melhor para a região toda. Então, o nosso investimento deve ser além de alguma parceria no esporte, para melhorar a saúde de Araxá”, diz.

Gilberto diz que ainda não sabe de que maneira a CBMM pode participar do projeto Cidade Tecnológica. “Se for possível e a gente entender que é um negócio bom para Araxá, nós podemos participar. Mas temos que avaliar o que vai ser feito ainda na Cidade Tecnológica e com quem e como a gente pode participar”, afirma.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia