Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
EDITORIAL - As voltas que a política dá
14/01/2013, às 08:54:07

 

 

   Em Araxá, cumpre-se um mesmo círculo político que existe há muito tempo, onde ora alguns estão embaixo, ora em cima, de frente ou de costas e lado a lado. Essas situações tão próximas e ao mesmo tempo diversas são cada vez mais comuns na medida em que a política local não se renova. Mas se por um lado o não surgimento de novas lideranças é negativo, por outro, esta falta de alternância pelo menos cria novas chances de convivência entre os mesmos políticos, com a diferença das experiências vivenciadas a cada tempo e como salutares oportunidades para enxergarem os erros e seguir com mais acertos.

   Essa situação evidenciou-se recentemente numa das inúmeras cenas políticas que têm se repetido com os mesmos atores. O atual presidente da Câmara Municipal, vereador Miguel Júnior, deu posse ao prefeito Jeová Moreira da Costa para a gestão 2013/2016 no último dia 1º, tendo sido o seu vice-prefeito no mandato que se encerrou em dezembro passado, embora tenha participado da coligação política que apoiou o principal concorrente dele no pleito eleitoral de 2012, o deputado federal Aracely de Paula. Nessa colcha de retalhos, é possível voltar no tempo com essas mesmas personagens, além de outras, em inusitadas posições.

   Aracely apoiou a candidatura de Jeová à Prefeitura de Araxá em 1992, quando venceram com a chapa que tinha como candidato a vice-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira. No pleito seguinte, em 1996, o prefeito Jeová e o vice Antônio Leonardo já estavam em lados políticos opostos. O ex-prefeito Olavo Drummond com Eustáquio de Lima como candidato a vice-prefeito derrotou a chapa que tinha como candidatos Antônio Leonardo e Fausto de Ávila. Depois dessa vitória e de um governo municipal que sofreu ferrenha oposição política, Olavo e Eustáquio não disputaram mais cargos eletivos, cada um com as suas razões.  

   Em 2000, Jeová candidatou-se novamente a prefeito, com o apoio do deputado Aracely e tendo como candidata a vice-prefeita a filha dele, Giovana de Paula. Eles foram derrotados por Antônio Leonardo que tinha como candidato a vice-prefeito o ex-secretário da primeira gestão de Jeová, o médico Abdalla Elias Neto. Antônio Leonardo ingressou na política local ainda muito jovem, como chefe de Gabinete do ex-prefeito Aracely. No entanto, Aracely naquele pleito estava apoiando Jeová que tinha sido introduzido por Antônio Leonardo na política local, ao lançá-lo como candidato a prefeito e sendo o vice dele em 1996.

   Em 2004, Antônio Leonardo foi candidato à reeleição e venceu tendo como vice-prefeito o então vereador Miguel Júnior. Ele praticamente não teve concorrência ao disputar a reeleição e venceu tendo apenas Paulo Silva como adversário, que se candidatava a um cargo eletivo pela primeira vez. Então, Antônio Leonardo obteve 86% dos votos válidos e parecia o início de um novo tempo político para Araxá, mas não foi assim.

   Já em 2008, o vice-prefeito Miguel que tinha sido eleito com Antônio Leonardo optou por concorrer à reeleição junto com Jeová, que novamente disputava a prefeitura com o apoio de Aracely e, contra o candidato da situação, o então vereador Bosco. Aliás, em 2006, Miguel e Bosco já tinham disputado uma cadeira na Assembleia Legislativa, um contra o outro, ficando ambos na segunda suplência. Bosco que era o candidato a prefeito de Antônio Leonardo em 2008, já tinha apoiado Jeová para prefeito na derrota dele em 2000. Em 2010, Bosco foi eleito deputado estadual, tendo mais uma vez Miguel como principal concorrente ao cargo. No entanto, neste ano, Bosco foi fundamental para a eleição de Miguel à presidência da Câmara Municipal através da bancada de vereadores do seu partido.  

   Em 2012, Jeová disputou a reeleição tendo Aracely como principal adversário, depois de contar com o seu apoio em três pleitos municipais anteriores. Por sua vez, Aracely contava com o apoio de Antônio Leonardo, Bosco e Miguel como candidato a prefeito. Duas ex-secretárias do governo de Antônio Leonardo que foram eleitas vereadoras dentro de uma mesma composição política disputaram o pleito de 2012 em lados opostos como candidatas a vice-prefeita, Lídia Jordão junto com Aracely e Edna Castro que venceu com Jeová. Nesse tempo todo, desde 1990, Aracely disputou uma cadeira na Câmara Federal e venceu consecutivamente por cinco mandatos, ora com o apoio de uns, ora tendo outros como adversários. Como em 2010, quando Aracely foi reeleito deputado federal sem o apoio de Antônio Leonardo e Bosco, que apoiaram em Araxá candidatos ao mesmo cargo de outras cidades, Marcos Montes e João Bittar, respectivamente. Justamente esses dois políticos, o primeiro de Uberaba e o segundo de Uberlândia, diante de seus vínculos com Araxá, apoiaram Aracely para prefeito em 2012.

   Como sempre ocorreu em todos os anos eleitorais, passados os pleitos a classe política prega a necessária união, mas não chega ao convencimento mútuo porque não a efetiva na prática. Prova disso, é estarem ora juntos, ora separados nas sucessivas disputas políticas, conforme a conveniência de cada um. É óbvio que essa política “casa e separa” prejudica a cidade, muito mais do que eles próprios que assimilam normalmente a troca de posições e se tornam de repente bons e ruins uns para os outros. Sempre tentando fazer o eleitorado crer que superaram as divergências políticas, ironicamente, em prol do município.

   Quiçá essa política desastrosa, sem postura coerente, seja realmente extirpada com os malgrados que cada um teve e tem no decorrer do tempo. Mais uma vez, pelo menos entre Miguel e Jeová, como foi dito nas solenidades de posse de ambos, o primeiro como vereador e presidente da Câmara e o segundo como prefeito, sob o testemunho do deputado estadual Bosco que também discursou pela unidade, a comunidade espera um trabalho conjunto, sem disfarces, transparente e profícuo para o município, real mesmo. Pois na falta de novo elenco, resta torcer para que o enredo mude na busca do final feliz.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia