Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
REVITALIZAÇÃO DO CENTRO - Para comerciante existe um espaço ocioso na av. Antônio Carlos
01/02/2013, às 08:26:49

 

O proprietário da Lotérica Boa Sorte que está situada na praça São Domingos esquina com a rua Capitão Izidro não está satisfeito com a proibição do estacionamento vertical no local. De acordo com Ciro Martins de Carvalho, a medida em vigor desde quarta-feira, 23, diminuiu consideravelmente o fluxo de clientes no comércio estabelecido nas imediações. Para ele, o ideal seria utilizar o espaço que hoje é totalmente destinado à calçada para ter um número maior de vagas na região dentro do sistema rotativo.

Segundo ele, a lotérica funciona na praça há mais de dez anos, sendo que tem enfrentado vários problemas nos últimos dois anos em função das obras de revitalização da região central da cidade.

“Melhora é sempre bem vinda, desde que não atrapalhe o andamento das coisas. Aqui, nós fomos privados de movimento no comércio geral da região durante muito tempo devido ao atraso das obras. Posteriormente, à conclusão das obras, veio essa agora, faz uma calçada com essa dimensão, desperdiçando o espaço físico que poderia ser usado tanto pelos pedestres, quanto para estacionamento. E colocam uma área deste tamanho em frente aos comércios com estacionamento proibido. Eu acho que é uma coisa inviável, vai atrapalhar porque a gente gera emprego, paga imposto e tem tudo a ver eles também colaborar para que o comércio funcione a contento”, reclama Ciro.

Segundo ele, qualquer pessoa pode observar que o espaço existente na lateral da praça comporta o estacionamento de carros na horizontal como existia antes e ainda uma faixa grande para os pedestres. “Mas não tem demarcação para os pedestres e, consequentemente, virou essa bagunça. É carro abalroando gente descendo, falta só sinalização e um instrumento que limita até onde os carros podem vir. Antes estacionava tudo em cima da calçada sem essa delimitação de espaço. E agora, cabe muito menos carro na vertical. Na horizontal, cabe muito mais carro”, ressalta.

Ciro também afirma que a praça em frente à Igreja Matriz de São Domingos está subutilizada. “Também ficou uma área sem utilização, porque nem carro pra noiva descer pra casamento pode entrar ali. Eles não permitem, porque a minha filha casou dia 22 de setembro e teve que descer do carro na rua e atravessar debaixo de chuva para entrar na igreja. Porque o carro não podia entrar na praça da matriz. Se o negócio é arrecadar dinheiro pra Fada, quanto mais área de estacionamento tiver, mais dinheiro vai gerar”, diz.

O comerciante reclama da falta de movimento de pessoas com a diminuição do número de vagas para estacionar na região da sua lotérica. “Eu tenho notado que com essa medida agora tá tudo vazio, porque o pessoal não para. Eles vão procurar outra localidade onde tem estacionamento regulamentado em maior volume, porque aqui não tem”, afirma. Segundo ele, é difícil reclamar individualmente dessas situações junto à prefeitura. “Porque vai um reclama, vai outro reclama e, o pessoal não une, não faz um comunicado à prefeitura em conjunto. Está todo mundo se sentindo prejudicado, mas um ou outro ir lá não vai resolver o problema”, explica. Ciro afirma que nunca foi convidado para participar de reunião na prefeitura para discutir qualquer mudança que fosse ser feita.

“A obra ficou muito bom, que embelezou a cidade não resta dúvida, mas prejudicou os comerciantes tanto dessa área como da avenida embaixo. O prefeito deveria ser mais maleável e procurar saber o que o pessoal acha de uma obra dessa dimensão, gastou muito dinheiro, embelezou a cidade, mas prejudicou os comerciantes”, ressalta.     


 
O comerciante diz que movimento diminuiu muito com a redução das vagas de estacionamento na lateral da praça São Domingos

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia