Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Preso por pesca predatória
12/04/2013, às 08:47:36

 

Atendendo uma Denúncia Anônima, a guarnição Comandada pelo 2º Sgt Campos da Policia de Meio Ambiente compareceu em um Rancho na Região do Pau de Oléo as Margens do Reservatório da Usina de Nova Ponte. Segundo informações do denunciante no local estaria ocorrendo pesca predatória. Diante da informação a Guarnição deslocou ate a região alvo da denúncia, onde ao amanhecer o dia, abordou o referido denunciado nas adjacências de um rancho. Ao lhe informar sobre o conteúdo da denúncia, este admitiu que realmente estava praticando a pesca com rede no reservatório, desde o dia 09/04/2013, nos levando ao reservatório onde encontramos armado no reservatório 01 rede de emalhar.

A rede utilizada mede 30 m2 e haviam 05 peixes nativos conhecidos como "cd", "malhados" na rede, que por ainda estarem vivos foram imediatamente soltos no reservatório. Com a permissão do autor realizaram uma busca em seu rancho, sendo encontrados na geladeira 3,6 kg de pescado (piranha e tucunaré), que segundo o autor, e oriundo da pesca no lago de nova ponte desde o dia 09, sendo visíveis os sinais da rede, nas escamas dos peixes (malhados), não sendo encontrados petrechos de pesca amadora. No lado externo do rancho no interior de um saco de linho encontramos também 02 tarrafas, que por não estarem sendo utilizadas no momento serão encaminhadas ao Núcleo de Regularização Ambiental do Alto Paranaíba (Infracão Administrativa).

Em tese houve cometimento de Crime Ambiental previsto no Artigo 34 II da Lei 9.605/1998, diante dos fatos foi dado voz de prisão flagrante delito por crime ambiental, sendo o autor entregue na Delegacia de Policia Civil juntamente com pescado apreendido e a rede, as tarrafas serão destinadas ao Órgão Ambiental. Saliento que a Portaria 39/2003 que proíbe a utilização de rede de emalhar no Reservatório da UHE de Nova Ponte.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia