Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Assassino de Ana Clara tem prisão preventiva decretada
14/05/2013, às 09:15:02

 

O delegado regional de Polícia Civil, Heli Andrade, diz ao Clarim que a onda de assaltos na cidade já diminuiu depois da identificação de alguns criminosos que foram apresentados à imprensa na sexta-feira, 10. Segundo ele, também foi finalizado o inquérito da Polícia Civil e decretada a prisão preventiva do assassino da menina Ana Clara Cunha da Mata, 11 anos, que foi violentada e assassinada em outubro do ano passado. Gaspar Alves Caldas, 60 anos, é apontado no inquérito como o autor do crime e ainda será apresentado à imprensa. Heli diz que em Araxá as polícias Civil e Militar realizam um trabalho conjunto e têm um bom relacionamento institucional. O delegado diz ainda em entrevista ao Clarim que é favorável à criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública pelo Poder Executivo, aprovada esta semana pela Câmara Municipal.

Clarim - Qual a posição da Polícia Civil (PC) diante do comunicado da Polícia Militar (PM) enviado à imprensa na a semana passada e que, em síntese, informou que um autor reincidente preso acabou sendo liberado na delegacia?
Heli – Na verdade, o que resultou nessa comunicação feita pelo 37º Batalhão é um cidadão que foi trazido para a delegacia como o autor do roubo no Sacolão Center e de outros na cidade. Ocorre que, o delegado que se encontrava de plantão, sabiamente não o autuou porque o cidadão não se encontrava em estado de flagrância. Ele tinha roubado o sacolão no dia 22 e, no dia 26, foi preso. Não havia como autuá-lo, porque só existem duas formas de colocar o cidadão atrás das grades, ou é com mandado de prisão expedido pela autoridade judiciária e, não havia, ou por auto de prisão em flagrante. Então, a Polícia Civil não tinha como fazer essa prisão. Na verdade, a PM fez o trabalho certo dela. A PC fez o trabalho certo dela, e a questão é de legalidade. Nós precisamos mudar a legislação, o nosso Código Penal é de 1940. Então, a PM fez o trabalho de rua, trouxe o cidadão, cabe à PC investigar, saber se aquilo está tudo correto e se pode realmente ser conduzido para a cadeia. Caso o delegado o autuasse, teria agido com arbitrariedade, abuso do poder.

Sempre foi mencionada uma integração, um trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar de Araxá. Há realmente essa harmonia, esse esforço conjunto?
Total, no outro dia que saiu essa nota, o comandante fez questão de vir aqui na delegacia. Nós dois juntos participamos de uma entrevista, mostramos que pode ter havido algum problema, mas não de ordem institucional. Que a Polícia Civil e a Polícia Militar sempre agem juntas, essas informações são trocadas e, quando nós podemos trabalhar juntos, fazemos isto. As polícias Civil e Militar pelo menos aqui em Araxá não têm o menor problema, trabalhamos em comum acordo, um tentando dar respaldo à ação do outro. Principalmente, a PC tentando dar respaldo à ação da PM. Agora, quando não tem como fazê-lo, como aconteceu naquele dia, não há possibilidade de confirmar. Mas a resposta está sendo dada no dia a dia, a PC fazendo a parte dela, a PM correndo atrás e nós estamos aí para fornecer muito em breve para a imprensa resultados importantíssimos para a segurança pública.

A Câmara Municipal autorizou esta semana a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, qual a sua opinião sobre esta iniciativa?
Quando essa secretaria apareceu para ser criada, eu tive uma reunião com o prefeito Jeová (Moreira da Costa) e conversamos sobre isto. Eu coloquei para ele, a forma que entendia ser ideal. Ele atendeu algumas indicações, que nós falamos inclusive com o vereador Mauro (da Silveira) que na época estava lá e parece o provável escolhido para ser o secretário de Segurança Pública, como a criação da Guarda Municipal e do monitoramento da cidade em alguns pontos importantes através de câmeras. E outra ideia que nós demos, foi a colocação de câmeras no entorno das escolas. Isso é de suma importância para o pai e a mãe saber o que está acontecendo na porta das escolas de Araxá. Então, se for realmente aprovada e tudo isso colocado em prática, pode ter certeza que Araxá vai dar um grande avanço na segurança pública com a criação dessa secretaria.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia