Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Operação prende envolvidos em assaltos a fazendas
27/05/2013, às 12:39:36

 

No amanhecer desta segunda-feira, 27, na cidade de Carmo do Paranaiba-MG, a Policia Civil de Minas Gerais, conseguiu êxito na prisão de uma quadrilha especializada em roubos a fazendas na região do Alto Paranaíba. As investigações foram conduzidas pelos investigadores da 2ª DRPC-Araxá, que durante dois  meses monitoraram a quadrilha, que agia nas cidades de Campos Altos, São Gotardo, Serra do Salitre, Lagoa Formosa, Rio Paranaíba, Patos de Minas e dentre outras. Todos os seis acusados residiam na cidade de Carmo do Paranaiba-MG e foram todos presos em suas residências.

A operação denominada “Marimbondo II” foi coordenada pelo Delegado de Policia Civil, Dr. Marcelo Tadeu e contou com 30 Policiais Civis das cidades de Araxá, Ibiá e Campos Altos. Foram presos Gilmar Porfilio da Silva, Rafael Franc de Souza, Paulo Henrique da Silva Amaral, Patrick Manuel da Resende Nunes, João Batista Fonseca Soares e Vinicius Resende da Silva.

A quadrilha agia sempre na zona rural dos municípios, tendo como alvos, preferencialmente, fazendas de café, onde agiam com violência, amarrando as vitimas e as mantendo sob cárcere privado enquanto revirava as fazendas a procura de armas, equipamentos agrícolas, dinheiro e joias, conforme destaca o Dr. Marcelo Tadeu e o Delegado Regional de Araxá Dr. Heli Andrade responsáveis pela operação.

Na Operação “Marimbondo I”, foram presos 02 lideres desta quadrilha, mas que ficaram presos apenas 5 dias, sendo liberados pela justiça. Alem de armas, foram apreendidos equipamentos eletrônicos e agrícolas, todos produtos de oriundos de crimes. Durante as investigações, os criminosos chegaram a trocar tiros com os policiais que conduziam as investigações, os quais revidaram os disparos e repeliram os bandidos, que fugiram para o cafezal. Tal fato demonstra a alta periculosidade dos criminosos que agora permanecerão presos a disposição da justiça, aguardando julgamento.

 

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia