Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
pma
cabmm
Universidade Aberta de MG chega a Araxá
02/08/2013, às 08:19:34

 

O Centro de Formação Júlio Dário agora é sede da Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec), conforme anunciou à imprensa na tarde desta terça-feira, 23. A implantação de um dos primeiros polos do programa na cidade atende reivindicação do deputado estadual Bosco (PTdoB)  junto à Secretaria de Estado, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Gradativamente, o programa de ensino à distância que está vinculado à Universidade Aberta do Brasil (UAB) do Ministério da Educação através da Casa Júlio Dário trará para Araxá cursos de idiomas, tecnológicos, de graduação e pós graduação. A intenção do governo estadual é a de abrir 120 pontos de funcionamento da Uaitec até 2014, distribuídos por todas as macrorregiões mineiras. “É uma rede de altíssima capilaridade, herdada a partir da reestruturação completa da antiga Rede CVT – Centros Vocacionais Tecnológicos – que está sendo modernizada, revista e ampliada para se constituir em um grande ferramenta para a oferta de conteúdos à distância.”

Na prática, assim como na Casa Júlio Dário, a Rede CVT mantém a sua antiga estrutura e continua a prestar os mesmos serviços de antes, mas ao hospedar a Uaitec, ganha salas de Educação à Distância (EaD), reestrutura e amplia seus conteúdos na Plataforma Moodle e incorpora uma Sala de Educação Virtual, com biblioteca e laboratório virtual.  

Ação parlamentar - “Uma das primeiras reuniões que eu presidi da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, aconteceu exatamente com o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues. Ele fez ampla apresentação do projeto da Uaitec e, naquele momento, ficou gravado em ata na Assembleia Legislativa que eu gostaria que Araxá estivesse em primeiro plano nesse programa”, diz Bosco. Ele acrescenta que o secretário cumpriu o compromisso firmado na ocasião e Araxá está entre as vinte primeiras cidades do Estado que estão recebendo o programa.

“É bastante importante para a cidade, sobretudo neste momento em que vivemos uma escassez com relação à preparação de jovens para o mercado de trabalho. Existe uma demanda muito grande não só em Araxá, mas em Minas e no Brasil, de profissionais qualificados e o país não estava preparado para este momento de crescimento econômico”, afirma. Ele acrescenta que a Uaitec vem preencher essa lacuna em Araxá, dando oportunidade para os jovens não só no sentido de aprimorar o ensino de línguas, mas em outros cursos que virão posteriormente.

Bosco destaca que essa conquista só foi possível através de um esforço conjunto, tanto da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia, da sua participação como parlamentar, do Centro de Formação Júlio Dário e da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM). “A condição colocada para instalar ainda este ano a Uaitec em Araxá era fazer toda a adequação do prédio e isto teria custo. Então, fomos buscar a parceria da CBMM que doou R$ 150 mil que foram aplicados na obra de adequação do prédio para que a Uaitec fosse uma realidade agora, a partir de agosto”, informa.    


Inscrições abertas para os cursos de idiomas
O Centro de Formação Profissional Júlio Dário passa a sediar a Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec), um projeto do governo de Minas. Uma visita às instalações que estão sendo adaptadas para a implantação da Uaitec aconteceu nesta terça-feira, 23. As inscrições para os cursos gratuitos de idiomas através da modalidade Educação à Distância (EaD) no ponto Araxá da Uaitec estão abertas até o próximo dia 9.  

O presidente da entidade, César Alves Ferreira, explica que a missão da Uaitec é convergir esforços que amparem a expansão do ensino superior no que tange à qualificação e inclusão dos cidadãos mineiros e à prática em idiomas por meio da EaD. Segundo ele, as obras para o Júlio Dário abrigar a Uaitec estão na fase final. “O projeto já é de algum tempo, mas a gente necessitava de uma reforma do prédio e adequações, porque são salas de videoconferência e a casa não tinha disponibilidade de recursos. Então, recorremos à CBMM que gentilmente colocou-se como parceira da instituição para que a gente pudesse fazer essas reformas em curto tempo dando condições de oferecer os cursos à comunidade”, destaca.

Segundo ele, a instituição existe há 42 anos e, com o passar do tempo foi evoluindo. “E da escola de datilografia, hoje passamos a ter duas salas de inclusão digital. O público ainda é jovem, de 12 a 18 anos incompletos”, conta. César explica que a principal vocação do Júlio Dário atualmente é a informática, com a inclusão digital. “Temos parcerias com quatro escolas com convênios firmados, Armando Santos, Loren Rios, Polivalente e Pio XII. Temos um projeto de cultura urbana, deslocando os nossos instrutores de educação física e de dança para as instituições, assim como os professores de informática, e atendendo aqui também”, informa.

Segundo ele, hoje o Júlio Dário atende cerca de 400 menores e esta demanda deve aumentar muito a partir do segundo semestre deste ano, com verbas do Fundo da Infância e Adolescência (Fia) através do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente para a execução desses projetos. De acordo com César, as inscrições estão sempre abertas e o público do Júlio Dário hoje é de todas as idades e vem de todos os bairros da cidade, principalmente em função do CVT e do Núcleo de Atendimento ao Empreendedor Individual (Naei) implantado em parceria com o Cefet Araxá para a incubadora de empresas.

Os cursos - A gestora do Júlio Dário, Maria Auxiliadora Ribeiro, informa que a Uaitec começa oferecendo os cursos de Espanhol, Português e Francês, cujas inscrições já estão abertas pela internet e podem ser feitas até o dia 9 de agosto. Segundo ela, a partir do final deste ano serão oferecidos os cursos de graduação pela Uaitec e, posteriormente, de pós-graduação. Ela explica que os cursos de idiomas são de aperfeiçoamento e capacitação para o mercado de trabalho, com duração de seis meses. “Eu acredito que isso tenha sido muito influenciado com todos os eventos que o Brasil está recebendo e a necessidade de se conversar corretamente, entender mais de uma língua. E consequentemente, aquele que se capacitar vai ser inserido no mercado com mais facilidade.”

Auxiliadora agradece a participação dos voluntários do trabalho que tem sido realizado pelo centro de formação que ganha um importante incremento com a implantação do projeto Uaitec. “Hoje, a Casa Júlio Dário passa por uma transformação muito grande, porque estamos priorizando esse projeto que o tempo dirá o tamanho que vai conseguir chegar. “Além disso, mantemos o Centro Vocacional Tecnológico e o de Araxá é considerado um dos melhores do Estado de Minas e vai permanecer cumprindo o seu papel”, diz.

Ela destaca que a inclusão digital continua sendo ofertada pelo Júlio Dário, com aulas de informática durante todo o dia. Além das parcerias com as escolas, numa cooperação para que possam cumprir o tempo integral. “E para o próximo semestre, o presidente teve a ideia ao ver uma situação e vamos procurar os parceiros para começarmos a levar a inclusão digital para a zona rural”, adianta. Auxiliadora explica que todas as ações do Júlio Dário têm um grande desafio que é a inserção no mercado de trabalho.

“Não é fácil trabalhar com capacitação e, muito menos, acompanhar e ver como está a inserção em termos de mercado de trabalho. Falta mão de obra qualificada e pessoas preparadas para viver até a própria cidadania. E vamos trabalhar muito a questão familiar. Hoje, com todas essas estruturações familiares muito diversificadas, percebe-se que se não for trabalhada ao mesmo tempo a própria realidade familiar, a base, não se consegue fazer as mudanças que precisam. Temos muito espaço aqui e podemos perfeitamente bem estar avançando nesse sentido”, afirma a gestora.

 



 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia