Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Prefeito prioriza 12 ações para os próximos três anos
02/01/2014, às 08:12:34

O prefeito Jeová Moreira da Costa listou doze ações que foram priorizadas pelo governo municipal para serem concluídas dentro dos próximos três anos. “Mas, é claro que temos que fazer o arroz e o feijão, o custeio, por exemplo, eu vou deixar prontinha toda uma equipe de coleta de lixo e recicláveis, completa”, afirma.

Segundo ele, o governo tem que ser criativo e inovador e, neste sentido, um dos projetos elencados é o término do calçadão da rua Presidente Olegário Maciel, Centro. “De onde tiramos um foco de dengue e colocamos uma praça de alimentação inteligente, com o cinema 9D para que as crianças possam ver um novo mundo, como nós vimos na China, o que é encantador”, cita. O novo espaço está sendo instalado no fundo do prédio histórico da Casa da Cultura, onde também serão construídos banheiros públicos, assim como na av. Vereador João Sena, Centro, no lugar da antiga farmácia municipal. O Poder Executivo também deve encaminhar para apreciação da Câmara Municipal o projeto de lei com alterações legais sugeridas pelos próprios comerciantes para melhorar a paisagem urbana das regiões central e turística de Araxá.

Ele cita que preferiu preservar a arquitetura do teatro municipal na reparação da rampa, optando pela colocação de cabos internos ao invés de um pilar. Para essa solução, ele informa que serão gastos R$ 150 mil na obra que já foi licitada e deve ser concluída em breve. “É claro que toda obra precisa passar um alinhamento e ajustes, tivemos um equívoco do cálculo da rampa, o balanço ficou muito forte pelo peso e a gente teve que contratar fora um profissional especializado.”

Centro administrativo - De acordo com o prefeito, a necessidade de destinar recursos do município que não estavam previstos no orçamento para 2013, como mais R$ 2,6 milhões para a construção do anexo da Santa Casa de Misericórdia, impôs o atraso no término do centro administrativo que está sendo construído com recursos do município. “Eu queria mudar ontem, pagaria menos aluguel e economizaria mais, mas a gente tem que ir trabalhando dentro dos recursos”, afirma. Segundo ele, a prefeitura vai priorizar o término do almoxarifado na área do centro administrativo para depois cedê-lo ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Para que Araxá passe a ser cidade polo, conforme combinamos ao final de 2012, com o presidente Dr. Antônio Cruvinel, de criar aqui a sede regional do TRE que vai agregar 42 cidades próximas.” Ele informa que o arquiteto da prefeitura, Marcello de Gusmão Machado, está finalizando o projeto da divisão interna do prédio do Gabinete, para dar sequência à obra.

Cidade Tecnológica - De acordo com o prefeito, a reforma do Instituto Colombo para abrigar a segunda unidade em Araxá da Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) que integra o projeto Cidade Tecnológica será concluída em fevereiro próximo. Segundo ele, o instituto também vai abrigar a sede própria da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e a fundação que será criada para congregar o consórcio de universidades. “Nós fechamos com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e a do Massachusetts (EUA) que vão começar a estudar a nossa riqueza mineral. Aí que está a visão de futuro do nosso governo, consolidar o eixo do conhecimento. A Cidade Tecnológica vai poder despertar nas novas gerações esses estudos porque até então o  Brasil é muito pobre em pesquisa”, cita.

Segundo ele, o projeto é de longo prazo e os acordos previstos devem ser efetivados no próximo ano, sendo que já estão empenhados os R$ 10 milhões destinados pelo governo do Estado no final de 2012. Ele explica que o Instituto Colombo abrigará a área administrativa e educacional do projeto e no seu entorno será implantado o centro de pesquisas.

Implantação da UFTM - Jeová cita que a Escola Municipal Dom Quixote situada no bairro Dona Beja está sendo reformada para abrigar provisoriamente as atividades da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), a partir de abril próximo. “A UFTM também é uma realidade, o acordo que nós temos é que a prefeitura vai disponibilizar uma estrutura física para implantar o curso. Como houve greve nas universidades federais, o vestibular que ia ser feito agora será em fevereiro ou março. Até lá, já estaremos com a Escola Dom Quixote pronta, onde vão ficar até o local definitivo do campus”, diz. Ele informa que será feita uma licitação para a aquisição da área do campus. “Qualquer empresário que tem terras na vizinhança de Araxá pode apresentar a sua proposta e vai ter uma comissão formada por agentes da prefeitura e da UFTM que vai escolher a melhor.”

O prefeito afirma que o vice-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Antônio Leonardo Lemos Oliveira, lhe disse do compromisso da estatal em disponibilizar uma verba para fazer a Cidade Gastronômica ou o campus da UFTM. “Vamos ver a proposta dos proprietários para ver qual recurso que nós vamos precisar, mas a Codemig está solidária e entende que é parceira no desenvolvimento regional e de nossa cidade e está aí realmente de braços abertos para receber a melhor sugestão”, diz.

Cidade Gastronômica - De acordo com Jeová, será feita uma licitação para a instalação de uma fábrica de cerveja na cidade como âncora do projeto Cidade Gastronômica. Segundo ele, o projeto será implantado na área que desapropriou da Cemig situada na região Sul, às margens da av. Geraldo Porfírio Botelho (Araxá\Barreiro). Ele cita que aguarda a Cemig repassar a escritura da área para a prefeitura para dar sequência ao processo, o que deve ocorrer em breve. O prefeito explica que o objetivo é criar um forte atrativo turístico voltado para as áreas de alimentos, bebidas, entretenimento e cultura.

Segundo ele, a Vila do Artesanato para a acomodação definitiva dos artesãos que trabalham no complexo do Barreiro já está em processo licitatório, conforme foi informado pela Codemig que fará a obra reivindicada há muito anos pela população. “As coisas demoram um pouquinho, não é fácil. No Estado também paralisou tudo porque o governador está com dificuldades de recursos, numa fase de recessão. Tanto é que nós estamos fazendo um movimento que não é político, é social, dando vazão à mobilização de junho passado, diante da necessidade urgente de fazer uma inversão dos impostos que estão sendo pagos e que hoje ficam concentrados na União.”

Av. Senador Montandon - Jeová informa que a Justiça através de ação do Ministério Público (MP) decidiu pela permanência das palmeiras na av. Senador Montandon. “O MP entendeu que temos que dar prioridade para o verde conservando as palmeiras e estávamos dando para o trânsito. Então, isso é ótimo, estão mudando o foco, provaram lá tudo direitinho e que outras cidades como Belo Horizonte têm feito isso. É bacana saber aceitar a verdade do outro e hoje existem vários promotores, arquitetos e pessoas que são pagas pelo dinheiro público para justamente trazer para nós essa informação. Eles vieram aqui, tiraram fotografias, basearam-se, então, foi uma coisa muito bem estudada”, afirma.  

Segundo ele, apesar de inicialmente ter defendido a retirada das palmeiras, está fazendo o que é certo em mantê-las. “Eu não tenho compromisso com o erro e sim com aquilo que é bom para a comunidade de Araxá que vai entender que nós temos que preservar o verde. Eu vi isso lá na Europa e já valorizava os jardins, as plantas. Vamos ampliar um pouquinho o canteiro central para proteger as palmeiras dentro daquilo que eles colocaram. Eles assumiram a responsabilidade, sendo mais uma oportunidade de conscientizar que Araxá realmente é a cidade que tem a maior concentração de amor por metro quadrado e o verde predominando como ferramenta essencial na nossa qualidade de vida.” Segundo ele, a partir dessa definição as obras na avenida estão sendo retomadas.

Resíduos sólidos - O prefeito afirma que Araxá vai ser referência em coleta de resíduos sólidos no Estado. “Porque antes, estávamos com caminhões terceirizados. Agora, já compramos seis novos caminhões de lixo e estou comprando mais dois, então, vamos ficar com a coleta completa”, informa. Segundo ele, manter o aterro sanitário é um desafio, onde espera promover melhorias e aprimora a sua gestão com a recente viabilização de um consórcio intermunicipal. Ele acrescenta que em breve será executado um projeto-piloto em parceria com um empreendedor paranaense para a destinação de resíduos sólidos através de uma usina térmica, já dentro do projeto Cidade Tecnológica.

Outras obras - O prefeito informa que o término da escola e a construção de uma creche no bairro Max Neumann são prioridades.  Ele acrescenta que também será construída uma escola no bairro Pão de Açúcar II, onde já existe a creche. Segundo ele, quinhentas famílias mudaram-se para cada um desses bairros através do Minha Casa, Minha Vida e as necessidades sociais dessas pessoas precisam ser supridas pela prefeitura. Ele informa ainda que o ginásio da Escola Municipal Dona Gabriela está pronto, assim como a nova escola Pró-Infância no bairro Ana Pinto de Almeida e a Praça da Juventude no bairro Urciano Lemos.

Ele diz que a intenção de asfaltar o trecho da estrada vicinal entre Araxá e Antinha está mantida. No entanto, acrescenta que o asfaltamento de outro trecho, no município de Tapira, deve ser executado primeiro. “Já que Tapira está na nossa frente, porque lá todos os proprietários já fizeram o termo de doação. E Antinha ainda não deu porque mais uma vez eu vejo a pobreza da política da oposição, foram lá e estimularam os proprietários que eles têm direito a indenização. Eles têm direito sim, mas para a gente viabilizar a obra tínhamos que fazer um compartilhamento, uma doação, todo mundo dar um pouquinho, isso que é a administração moderna”, afirma.

O prefeito diz que a Unicentro construída na av. Dâmaso Drummond será entregue em janeiro próximo. Ele acrescenta que a construção da Uninordeste foi licitada e a ordem de serviço já foi assinada. O prefeito ainda informa que a Uninoroeste é outra prioridade e será construída no bairro Max Neumann.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia