Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Padrasto mata enteado de 10 anos
20/01/2014, às 08:52:53

 


A Polícia Militar (PM) de Sacramento registrou o assassinato de GRP, 10 anos, com uma facada no peito pelo padrasto AJ, vulgo Vampeta, 40, por volta das 23h de sexta-feira, 17. Os policiais compareceram numa residência na rua José Gomes Mateus, bairro José Sebastião de Almeida, onde também encontraram a mãe da criança MAR, com ferimentos de faca no peito e no pescoço.

O autor que é padrasto da criança foi identificado e preso. Uma testemunha, uma criança de 10 anos que estava na residência no momento do crime, relatou aos militares que tudo começou com uma discussão entre vítima e o padrasto dele, por causa de uma pescaria realizada pelos dois durante o dia. Segundo ele, o autor estava conversando com a amásia na cozinha da residência, contando sobre a pescaria, quando o enteado começou a insultá-lo e provocá-lo, dizendo que ele estava mentindo e que não tinha pescado peixe algum.

De acordo com a testemunha, o autor pediu para que a criança parasse por diversas vezes e inclusive pediu à amásia que intercedesse, porém sem êxito. Então, já irado, ele disse à criança que se não parasse de provocá-lo iria matá-lo e mais uma vez foi ignorado e continuou a ser provocado, quando se apoderou de uma faca de pesca e foi em direção dela, que correu e se trancou dentro do banheiro. A testemunha disse que o autor muito nervoso começou a dar facadas na porta do banheiro, quando mãe da criança entrou na frente dele e foi esfaqueada na região do pescoço, peito e barriga. Em seguida, ele quebrou a porta do banheiro e atingiu a criança com uma facada no peito, fugindo logo em seguida em direção ignorada.

A PM informada sobre as características do autor iniciou os rastreamentos e o localizou na MG-190, em meio a um matagal. Ele foi preso em flagrante delito e encaminhado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Araxá, onde foi apresentado ao delegado de plantão. O Instituto Médico Legal (IML) de Araxá junto com a perícia criminal da Polícia Civil compareceram ao local onde realizaram os trabalhos de praxe. A faca usada nos crimes foi localizada e apreendida e o corpo da criança foi removido e encaminhado a Araxá para a realização da necropsia. O pai da vítima é ex policial civil, NA, lotado na Delegacia de Sacramento.

O autor conversou com o repórter fotográfico Willian Tardeli na delegacia de Araxá, quando confirmou toda a versão relatada pela testemunha. Ele também disse que as provocações da criança que o humilhava ocorriam sempre e que até aquele momento não estava arrependido do que fez, porque a vítima “desgraçou” a vida dele, mas agora estava morta.

 

Fotos: Willian Tardelli

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia